Nova MPB: quem são as caras na geração atual?

Por Gislaine Costa

Você já ouviu falar da nova MPB? É preciso deixar claro que, apesar do nome, não significa dizer que o que veio antes na música popular brasileira é “velho”. Na verdade, é apenas uma forma de nomear o grupo de artistas que mais se relaciona com os gostos da atual geração. Afinal, se a sociedade muda, a expressão artística também tende a se transformar, concorda?

Anavitória e Rubel, durante o clipe da música Partilhar
O duo Anavitória e cantor Rubel são duas forças da nova MPB (Foto/Divulgação)

E a cena explora muito bem a diversidade, trazendo uma amplitude de artistas diferentes. Além disso, há variedades de influências e letras que vão do amor à sofrência, mas de uma maneira leve, até good vibes. Então, para te ajudar a descobrir esse oceano de possibilidades que é a MPB, reunimos aqui os principais nomes do momento.

7 artistas da nova MPB para atualizar seu repertório 

Selecionar apenas 7 vozes da MPB da atualidade foi uma tarefa árdua, pois a cena está repleta de artistas incríveis e fica difícil escolher. Então, o foco aqui foi apresentar aqueles que mais se destacaram nos últimos anos e explorar variedades da música popular brasileira.

Sem mais delongas, vamos ao que interessa! Tá na hora de atualizar sua playlist com o que tem de melhor na atualidade quando o assunto é MPB. Aproveita e já pega o violão, pois vem coisa boa aí!

1. Anavitória

Certamente, um dos maiores nomes da atual fase da música popular brasileira. Esse duo musical surgiu lá em 2014, no estado de Tocantins. A trajetória de Ana Caetano e Vitória Falcão iniciou com despretensiosos vídeos covers no YouTube e, logo em seguida, veio o primeiro EP da dupla.

Atualmente, as duas têm 4 álbuns, todos muito aclamados pelo público e crítica, sendo que o disco O Tempo É Agora rendeu um Grammy Latino. Ao longo dos anos, o som de Anavitória amadureceu muito, passou por influências country, pop, folk e tem como referência o grande Nando Reis

Você com certeza conhece algum dos sucessos: Trevo (Tu), Fica, Pupila e muito mais! Confira a videoaula da música Lisboa e mande ver no violão:

2. OutroEu

E vamos de mais um duo que vem fazendo a diferença na nova MPB. O OutroEu é atualmente formado por Mike Tulio e Guto Oliveira e começou com o foco em participar do Superstar, reality show da Rede Globo. O programa deu muito certo e eles chegaram ao terceiro lugar na competição, rolando várias turnês depois disso.

A linha pop good vibes é bem marcante nas letras do OutroEu, inclusive é justamente por abordar temas sobre o autoconhecimento que eles bolaram esse nome. Ainda sobre as composições, há linhas de violão muito bonitas e legais demais de tocar, como é o caso da música Não Olha Assim Pra Mim, se liga só na cifra e no videoclipe:

3. Gilsons

Já falamos muito de duos, agora é a vez de um trio bem legal: os Gilsons. José, Francisco e João são, respectivamente, filho e netos de ninguém mais ninguém menos que Gilberto Gil. E eles não só assumiram a responsa e legado da família, como se destacaram demais e deram personalidade para o projeto.

Desde o primeiro EP, o trio já teve um sucesso estrondoso. A primeira música de trabalho Várias Queixas, assim como as demais canções, esbanja brasilidades trazendo claras influências do Olodum, do samba e do rap. Aprenda a cifra do maior sucesso do Gilsons no violão e perceba essas nuances sonoras já! 

4. Silva – ecos tropicalistas na nova MPB?!

Outro grande nome que tem marcado a história da MPB, Silva começou a carreira lá em 2012 e só tem colecionado premiações e sucessos. Além disso, é um artista que transita entre gerações, já que faz um som atual, mas também exalta cantores como Gilberto Gil e Caetano Veloso.

Inclusive, sua admiração por Marisa Monte, que não é segredo pra ninguém, rendeu até numa turnê com a releitura das músicas da cantora. Ah, e a lista de parcerias não para por aí: ele também gravou com Anitta, Criolo, Lulu Santos e muito mais. Se quiser tirar um som desse cantor, aqui vai uma indicação, aprenda Fica Tudo Bem.

5. Rubel

Lá em 2013, um brasileiro que estudava cinema nos Estados Unidos resolveu lançar suas composições no álbum Pearl, feito de forma totalmente independente. Foi assim que Rubel surgiu nessa leva da nova MPB. A música Quando Bate Aquela Saudade foi uma das principais responsáveis pelo “boom” na carreira do artista.

A partir daí, só fomos presenteados com composições maravilhosas. É o caso de Partilhar, que foi trilha sonora de Malhação e acabou em um feat. top com Anavitória. A melodia leve, a letra romântica, o arranjo delicado… Não é a toa que virou um sucesso. Se quiser aprender essa música, confira já a cifra completa e a videoaula: 

6. Duda Beat 

E a sofrência também faz parte da nova MPB? Ô, se faz! E para esse segmento temos Duda Beat como uma representante de peso. Em seu primeiro álbum, a pernambucana entregou tudo com letras sobre suas desilusões amorosas regadas a uma batida meio brega meio bossa. Não deu outra: sucesso.

Em síntese, os discos dela são repletos de influências, dá para notar o toque nordestino, a presença do R&B, samba, axé e umas pegadas eletrônicas. Duda também coleciona bons feats, como Tiago Iorc, Anavitória, Ivete Sangalo e outros nomes fortes. Veja só o clip de Bixinho para curtir a rainha da sofrência da MPB:

7. Jão – a versatilidade na nova MPB

Assim como muitos artistas da nossa lista, o Jão também usou a internet ao seu favor logo no início da carreira. Foi postando covers que cantor chamou atenção de produtores e, claro, de muitos fãs.

Já no álbum de estreia (Lobos), Jão teve um reconhecimento ainda maior do que esperava: chegou ao topo do Spotify Brasil, com a música Imaturo. No segundo disco, porém, conseguiu atingir o grande público. Nesse sentido, um dos grandes hits foi Essa Eu Fiz Pro Nosso Amor, que você confere logo abaixo:

Seja você toca em barzinho ou é músico entusiasta, por exemplo, precisa manter o repertório atualizado com a nova MPB! Em suma, esperamos ter ajudado nessa missão com as nossas indicações e, se ainda não tiver tocado alguns das canções apresentadas aqui, a hora é agora. Mas antes, não vai esquecer de compartilhar o post não, hein! 

Mais conteúdo sobre MPB