7 bandas de rock femininas marcadas na história

Por Ayllana Ferreira

É indiscutível a importância das mulheres na música. Cantoras como Janis Joplin e Amy Lee não só conquistam pelo talento, como também por tudo que são e representam. Nesse sentido, com as bandas de rock femininas não é diferente. Para além da representatividade necessária, muitas delas marcaram a história do rock.

Integrantes da The Runaways
The Runaways é um dos grandes exemplos de bandas formadas por mulheres que marcaram a história do rock (Foto/Reprodução/Internet)

Isto é, quando falamos do estilo, tratamos também sobre elas, pois fazem parte do legado do gênero musical e influenciaram gerações que vieram após. Ainda em clima de Dia das Mulheres, listamos alguns desses grupos femininos incríveis. Enfim, esperamos que você goste!

Bandas de rock femininas para você conhecer

Para a construção da nossa lista com bandas de rock femininas, prezamos somente por grupos formados, pelo menos em sua maioria, por mulheres. Buscamos trazer desde nomes muito conhecidos a outros que fazem parte da história, mas deveriam conquistar ainda mais reconhecimento. Portanto, confira a seguir!

1. The Runaways

The Runaways é, sem dúvida, uma das bandas de rock femininas mais conhecidas, se não a mais. De 1975 a 1979, as garotas mostraram para o que vieram e lançaram músicas que entraram para a história. Por exemplo, Cherry Bomb, Queen Of Noise e Born To Be Bad.

Além disso, o grupo serviu como trampolim para a carreira de algumas das maiores cantoras de rock de todos os tempos. Esse é o caso das lendárias Joan Jett, Cherie Currie e Jackie Fox. Da mesma forma, a guitarrista Lita Ford é uma personagem de destaque na cena do rock.

2. L7

Em 1985, os Estados Unidos conheciam a L7. A banda foi fundada por Donita Sparks e Suzi Gardner, em Los Angeles. Um ano depois, Jennifer Fich, que tocava com o grupo Hole, entra para a banda, seguida do baterista Roy Koutsky. Posteriormente, ele seria substituído por Demetra (Dee) Plakas, formando mais um grupo só de mulheres.

Juntas, as garotas gravaram sete álbuns. Destaque para Bricks Are Heavy, que abriu diversas portas para elas. Foi listado como o 39º melhor álbum de 1992 pela revista NME. Algumas das faixas que o compõem são Wargasm, Scrap e Pretend We’re Dead.

3. The Donnas

Inspiradas no Ramones, Brett Anderson, Allison Robertson, Maya Ford e Torry Castellano criaram a The Donnas, em 93. A banda de rock feminina tanto assinou com grandes gravadoras, como a Atlantic Records, quanto atuou de modo independente.

Em 2007, inclusive, elas lançaram o seu próprio selo, Purple Feather Records. Um de seus discos, Bitchin, foi editado por elas mesmas. Com uma mistura de pop punk e hard rock, as garotas são tidas como um dos principais sucessos comerciais dos anos 90. Take It Off e Dancing with Myself são alguns de seus hits mais famosos.

4. The Pandoras

Embora não tão populares quanto os nomes citados acima, The Pandoras foi uma das primeiras bandas de rock femininas a assinarem um contrato. Lembrando que, por mais que as mulheres sempre fizeram parte do rock, o estilo era ainda mais um espaço dominado por homens.

Por isso, alguns grupos demoraram mais para engrenar, enquanto outros seguiram de modo independente. The Pandoras, em específico, foi um grupo de punk de garagem que participou do cenário musical de 1982 a 1991. Juntas, elas lançaram That’s Your Way Out e In and out of My Life (In a Day), entre outros sucessos.

A banda se separou após algumas desavenças internas e por causa do falecimento da vocalista Paula Pierce.

5. Babes in Toyland

Em 1987, o mundo conheceu as carismáticas e envolventes Babes in Toyland. Kat Bjelland, Lori Barbero e Michelle Leon gravaram juntas três álbuns de estúdio, sendo que um deles vendeu mais de 220 mil cópias. Além disso, o grupo teve até mesmo a presença de Courtney Love em alguns momentos da carreira.

Ao longo dos anos, a banda também passou por mudanças na formação. Em 2020, que foi quando anunciaram a separação mais uma vez, o grupo era composto por Kat Bjelland, Lori Barbero e Clara Salyer. Foram quase 70 músicas lançadas ao todo, sendo Bruise Violet, Sweet ‘69 e Handsome & Gretal algumas das mais conhecidas.

6. 4 Non Blondes

4 Non Blondes é tida como uma das bandas femininas de rock alternativo mais famosas da história. Em 1989, Linda Perry, Roger Rocha, Christa Hillhouse e Dawn Richardson decidiram se unir, fazendo graça por nenhuma delas ser loira. Apesar de só terem lançado um único álbum, elas ganharam reconhecimento com prêmios e alcance de grande público.

Posteriormente, alguns singles se destacaram. Por exemplo, What’s Up?, um dos sucessos dos anos 90. Além disso, Linda foi eleita a melhor cantora do ano pelo lançamento da faixa. Em 1995, como resultado da popularidade da banda, do assédio do público e da pressão da indústria, a vocalista saiu do grupo e começou carreira solo.

7. Ultrasonicas

Sim, o México também revelou grandes talentos do rock! Ultrasonicas, banda de punk rock, se consagrou como uma das referências do cenário underground. Em 96, o grupo foi formado por Tere Farfissa, Jenny Bombo e, mais tarde, Jessy Bulbo. Inspiradas no movimento Riot Grrrl, elas marcaram uma geração.

Enquanto cantavam, manifestavam a sua insatisfação com os papéis do gênero e a própria sexualização das mulheres no rock. Algumas de suas músicas mais famosas são Que Grosero, Monstruo Verde e Descocada. Foram cinco álbuns gravados e, além disso, dois documentários retratando um pouco mais da vida das artistas.

Divulgue as bandas de rock femininas

Agora, você já está por dentro de 7 bandas de rock femininas essenciais para a história do estilo musical. Desse modo, cada uma delas criou um legado na cena e se tornou inspiração para várias artistas que vieram após.

E aí, curtiu o conteúdo? Então, compartilhe com a galera e fique por dentro das próximas novidades do Cifra Club!