Rock gospel nacional: 7 bandas para se conhecer e se inspirar

Por Laryssa Costa

O rock gospel nacional é uma forma de rock focado em letras embasadas na fé cristã, geralmente voltadas para Jesus Cristo. No Brasil, o gênero abrange músicas religiosas tendo o protestantismo como destaque, com melodias feitas com instrumentos típicos como guitarra, baixo, bateria e teclado. 

Catedral, um dos principais nomes do rock gospel nacional
Atualmente no formato trio, a banda Catedral segue como ícone do pop rock gospel nacional (Foto/Divulgação)

Com as primeiras obras datadas dos anos 70, o estilo teve crescimento lento, embora consistente. A partir da década de 90, no entanto, sua expansão foi mais notória, devido ao movimento incentivado por gravadoras como a Gospel Records, Line Records e MK Music. 

Fora do âmbito gospel, gravadoras seculares perceberam e incluíram os artistas em seu elenco, como a PolyGram, que se tornaria a Universal Music. Ao mesmo tempo, a realização de grandes eventos e shows foi parte essencial desse processo. Porém, anos mais tarde, o rock gospel nacional entrou em declínio perante à instauração de um novo movimento, feito com hinos de louvores e adoração. 

Anos 70 e um início confuso do rock gospel nacional

Devido à resistência por parte dos evangélicos da década de 70, as bandas gospel colocavam em seus álbuns no máximo três faixas do gênero. E, em razão do gênero ter sido considerado como “música secular”, muitos músicos não continuaram seu trabalho ao longo dos anos. Em face a isso, artistas da Jovem Guarda também cantaram o rock cristão, como Roberto Carlos, em Jesus Cristo; e Antônio Marcos, com O Homem de Nazaré. 

Banda Êxodos, uma das pioneiras do rock gospel nacional
Surgida nos anos 70, a banda Êxodos é considerada pioneira no rock gospel nacional(Foto/Reprodução Internet)

Em fase de experimentações sonoras, algumas bandas misturaram ritmos como rockabilly e country, mas acabavam não sendo bem aceitas pelas igrejas da época. Embora houvesse obstáculos nesta fase, algumas bandas tiveram grande destaque, como Êxodos, Embaixadores de Sião, Voz da Verdade e Cantores de Cristo.

1 – Banda Êxodos

Mesmo tendo tido um período curto de atividades, a banda Êxodos merece destaque. O grupo foi considerado o primeiro do gênero no país, se apresentando em acampamentos e festivais. Porém, devido ao público conservador da época, teve sua carreira encerrada em 1977, em razão da falta de oportunidades.

Um dos seus maiores sucessos na época foi a canção Galhos Secos, regravada posteriormente pelas bandas Som Maior e Catedral. A música também veio a se tornar um viral do YouTube anos depois, devido ao meme “Para Nossa Alegria”, de 2012.

Em 2006, a banda lançou um álbum com repertório original, intitulado de 1970 – 1977, com treze faixas. 

Anos 80 e o surgimento de bandas marcantes

Mesmo com diversas bandas chegando ao fim, os anos 80 foram marcados como fase embrionária de diversas bandas que fariam sucesso também na década seguinte. Com letras notáveis, de cunho urbano e social, a sonoridade da época foi marcada pela presença de um som experimental. Aqui, nomes importantes como Fruto Sagrado e Novo Som surgiram na cena. 

2 – Rebanhão

De origem carioca, a banda Rebanhão foi pioneira ao apresentar diferentes sonoridades na música cristã. Devido à mistura de referências do rock progressivo, pop, Tropicália e Clube da Esquina, eles popularizaram o gênero e causaram polêmica entre os líderes religiosos. Após um hiato de quatro anos, a banda se reuniu e em 2017 lançaram um álbum ao vivo em comemoração aos 35 anos de história. 

Um de seus sucessos, Primeiro Amor, esteve presente nos setlists de shows da banda até os anos 90 e foi sucesso absoluto. A canção também foi regravada por artistas como Aline Barros, Damares e Paulo César Baruk.

3 – Catedral

Com início em 87, a banda Catedral foi a mais famosa do gênero na década seguinte. Unindo sucessos, baladas românticas, fé e críticas sociais, a banda enfrentou comparações com a Legião Urbana, devido à similaridade da voz de seus vocalistas. 

Com mais de 900 mil álbuns e DVDs vendidos, a banda segue com hits conhecidos até os dias de hoje. Exemplo disso é a faixa Quem Disse que o Amor Pode Acabar, exibida repetidamente em programas como o Disk MTV. 

4 – Katsbarnea

Com mais de trinta anos de atividade, a banda Katsbarnea ficou conhecida no final da década de 80, devido ao seu vocalista, Simion. Durante seu auge em 90 e 2000, a banda enfrentou diversas fases com trocas de músicos, chegando a ter hiatos pontuais. 

A canção Extra, também conhecida como “Extra Extra”, se tornou um clássico, sendo executada repetidamente nas rádios cristãs do país e exterior. A música tem como personagem central Johnny, que se depara com o fim do mundo no dia seguinte. A história é baseada na vida do vocalista da banda em seu momento prévio à conversão ao protestantismo. 

Anos 90: a grande projeção do rock gospel nacional

Indiscutivelmente a fase de maior efervescência do rock gospel nacional, a década projetou diversas bandas como Metal Nobre, Stauros e singles das demais existentes. Dentre as bandas do cenário, duas merecem o devido destaque pela atuação e legado.

 5 – Resgate

A banda Resgate não só lançou grandes hits no gênero, como alcançou diversos prêmios e reconhecimento do público, como Troféu Talento e Troféu Promessas. Com shows internacionais e gravações com produtores famosos como Rick Bonadio, o grupo lançou em sua carreira 19 álbuns.

Com sonoridade mais hard rock e heavy metal, a banda lançou em 1995 o disco On The Rock, com Solidão dentre as mais conhecidas. Para gravação do clipe, um dos integrantes da banda foi submetido a duas horas de maquiagem para aparentar-se mais velho. Agora em 2021, eles lançaram um documentário nos cinemas, um DVD e um CD triplo, todos intitulados de É só isso Aqui.

6 – Oficina G3

A banda Oficina G3 destacou-se no mainstream durante os anos 90, mesmo tendo sido fundada na década anterior. Apesar de terem sido rejeitados por algumas lideranças religiosas, o visual e a sonoridade atraíram o público jovem. O grupo já venceu e foi indicado em grandes premiações como Troféus Talento, Promessas e o Grammy Latino. 

Na gravação de Glória, a banda mostrou solos de guitarra interessantes, fazendo com que ela se tornasse uma das mais tocadas em seus shows. A canção é uma versão do hino The Battle Hymn of The Republic, popular durante a Guerra Civil Americana e gravada pela banda Stryper

Anos 2000 e um novo movimento para o rock gospel nacional

Os anos 2000 foram marcados pelo menor movimento do gênero e mudanças estruturais em bandas, além do início de uma proposta chamada de Novo Movimento. A ideia era que as canções não fossem engessadas ao segmento evangélico como a geração do rock gospel havia construído. Nesse contexto, surgem bandas como Militantes, Tanlan, Aeroilis e Hibernia, com destaque para o Palavrantiga. 

7 – Palavrantiga

O quarteto Palavrantiga é um dos representantes do novo movimento, com criações não limitadas por barreiras religiosas. Em suas obras, trouxeram também um tom mais abrasileirado e letras complexas, o que os levou a indicações de prêmios na categoria Revelação. 

A música Casa destacou-se como primeiro hit do grupo, sendo gravada inclusive pela dupla sertaneja Chrystian e Ralf, em 2008. A banda segue ainda em atividade com sua formação original completa. 

Que tal participar mais da música em sua congregação?

Ficou com vontade de inovar na sonoridade das músicas de sua igreja? Dá para acrescentar uma pegada mais rock ampliando o seu repertório e se inspirando em guitarristas internacionais e nacionais renomados no gênero, por exemplo. Agora, se a sua praia é o canto, você pode agregar ainda mais se guiando por diferentes técnicas. 

Por fim, para te ajudar mesmo nessa jornada, aposte em aulas que acompanham o seu tempo e onde você estiver, como as do Cifra Club Academy. Quem sabe você pode escrever a história do rock gospel nacional dessa geração?