Como tocar Poesia Acústica no violão: aprenda as edições do projeto

Por Luís Lobato

Vai me dizer que não curte essa mistura incrível de rap com violão? É claro que não. Por isso, nosso artigo de hoje é totalmente dedicado a ensinar como tocar Poesia Acústica, este projeto de enorme sucesso na internet.

Integrantes da quinta edição do Poesia Acústica
As edições do Poesia Acústica acumulam milhões de acessos nas plataformas de música (Foto/Reprodução/Internet)

O material da gravadora Pineapple tem o violão como destaque, apesar de sempre apresentar inovações nos arranjos e na composição de elementos a cada edição. É justamente o instrumento que guia os versos de amor dos artistas que passam por lá, como Djonga, Xamã, Filipe Ret, L7nnon e tantos outros da cena do rap nacional.

Toque todas as músicas do Poesia Acústica

Em suma, os arranjos de violão das músicas do Poesia Acústica não são lá tão complicados de se aprender. Mas há sempre um detalhe ou outro que é importante não deixar passar batido. Dessa forma, as canções sairão redondinhas quando você for tocar para a galera!

Então, bora lá conferir as principais dicas pra pegar as músicas do projeto?

1 — Descompasso do Compasso

A primeira edição do Poesia Acústica é a música Descompasso do Compasso. Com uma levada influenciada pelo reggae, a canção possui apenas três acordes: Bm, Em e Bbº.

E, a fim de facilitar a execução da batida, toque os dois primeiros acordes com pestana, lá na sétima casa do violão. O terceiro shape, por outro lado, requer uma atenção extra na hora de sua montagem. Além disso, saiba que ele e o Em dividem o mesmo compasso.

2 — Sobre Nós

Música que elevou, de fato, o status do projeto, Sobre Nós pode ser tocada com uma simples sequência de quatro acordes: Cm, Gm7, Ab e G7.

Sua batida também é muito tranquila de pegar. Entretanto, se quiser aumentar um pouco o nível, tente aprender o dedilhado da introdução da faixa. Assim, sua interpretação ficará ainda mais completa!

3 — Capricorniana

A faixa Capricorniana exige três acordes para sua execução: Em, Bm e Am, todos montados com pestana. Esses shapes se repetem por toda a canção.

Sem dúvida, o destaque do instrumental da edição é a batida puxada para o samba. Portanto, é importante focar na prática desse estilo musical, para deixar a performance da música do jeitinho que tem que ser!

4 — Todo Mundo Odeia Acústico

Edição que leva no título o marcante verso de Djonga, Todo Mundo Odeia Acústico é outra com batida de reggae, dessa vez ainda mais evidente. São três acordes que compõem sua base: Cm, G# e A#.

Ademais, há também a presença do G, usado apenas algumas vezes como acorde de passagem antes do G#. Fala sério, quem que não vai gostar desse reggaezinho romântico?

5 — Teu Popô Remix

Teu Popô Remix foi a quinta música do Poesia Acústica a ser lançada e, certamente, é a canção mais complicada de se tocar. Isso porque ela inclui uma sequência de quatro acordes nos versos (Em7, Am7, D e Ebº) e outra no refrão (Bm, Am7, D e Em7). 

Para tocá-la, basta alternar a batida dos acordes (que são montados com pestana) entre a parte grave e a aguda, bem como uma batida de funk.

O Ebº pode ser montado a partir da quinta casa do violão, com uma pestana feita pelo dedo 1. Além disso, o dedo 2 apertará a quinta corda na sexta casa, o 3 pega a quarta corda na sétima casa e, por fim, o 4 irá pressionar a segunda corda, também na sétima casa.

6 — Era Uma Vez

O maior desafio em tocar a música com mais visualizações do Poesia Acústica, Era Uma Vez, está na formação de três dos quatro acordes da harmonia: Bbm7(9), C7(13-) e Gm7(b5).

Por terem uma montagem mais complicada, requerem maior atenção e dedicação para tirá-los corretamente. Contudo, a levada da música é bem tranquila de fazer. Se liga nessa videoaula especial da canção:

7 — Céu Azul

Para tocar a introdução de Céu Azul, é preciso se familiarizar com uma famosa técnica de violão: o slide. Mas não precisa se preocupar, pois o movimento é simples: deslize o dedo de uma casa para outra sem soltar a corda.

Já o restante da música é composto pela sequência dos quatro mesmos acordes: Bb7M, A7, Dm7 e F7(9). Isso tudo é feito em mais uma batida tranquila. Apenas curta!

8 — Amor e Samba

Seguindo nosso apanhado de dicas de como tocar Poesia Acústica, agora com a oitava edição, Amor e Samba, é importante sacar a linha de violão da introdução. Veja que há um dedilhado bem simples, mas somente nos acordes Em e D7(9).

Além disso, basta seguir a não complexa sequência de Em, Am7, D7(9) e G7M no restante da música. Tranquilo, certo?

9 — Melhor Forma

A música da nona edição, Melhor Forma, é a que possui maior número de acordes em sua harmonia (oito), porém todos simples de tocar.

Mas calma, não precisa se preocupar com a quantidade de shapes. Isso porque eis aqui uma ótima oportunidade de você treinar a memorização de uma cifra e aumentar o seu repertório de acordes no violão.

10 — Recomeçar

Com participação especial de uma grande artista fora do nicho do rap, Ludmilla, Recomeçar tem um trabalho de harmonia que se destaca das demais.

São sete acordes no total, então separe um bom tempo para se dedicar a essa canção. Os shapes que você vai precisar fazer são Ab7M, Bb7M, Cm7(9), E7(9), Eb7(9), G7(13-) e Gm7.

11 — Nada Mudou

A música Nada Mudou é originalmente tocada com o capotraste na terceira casa do braço do violão. Com isso, você só vai precisar montar os fáceis shapes de B7, C7M, Em e G.

Além disso, é uma canção fácil de tocar, por ter uma batida constante e sem muitas variações. Não vai deixar de pegar essa, não é?

12 — Pra Sempre

Para finalizar nossas dicas, temos a mais recente música do projeto: Pra Sempre. Essa edição conta com a presença da cantora Marina Sena, outra artista que não faz parte da cena do rap. Isso mostra a variedade de referências do Poesia Acústica.

A faixa possui um dedilhado nada complicado na introdução. No restante da canção, a batida também não é difícil, exigindo, às vezes, apenas um toque em cada acorde. Os shapes que você vai precisar fazer nessa são Bm, Bm7, F#, F#4, F#7 e G.

Espalhe as dicas de como tocar Poesia Acústica pra galera!

Se você curtiu o que te passamos para saber como tocar as músicas do Poesia Acústica, não deixe compartilhar este post com a turma do violão! 

Ademais, caso você queira aprimorar sua performance no instrumento, faça parte do Cifra Club Academy. Nossa plataforma de ensino oferece diversos cursos com os melhores professores e métodos eficientes. Logo, não dá pra desperdiçar essa oportunidade!