Os melhores cantores do brega antigo

Por Laryssa Costa

Os melhores cantores do brega já embalaram as tardes de domingo ou foram trilha sonora para os apaixonados, acompanhados de um karaokê e letras exageradas. Apesar de o brega ter sido considerado durante muito tempo como algo pejorativo, fez sucesso e arrastou multidões pelo Brasil afora. 

Sidney Magal, um dos melhores cantores de brega antigo
Sidney Magal foi um dos responsáveis pela propagação da chamada “música brega” (Foto/Divulgação)

Com destaque desde os anos 70 até hoje, o sentimentalismo e o drama exagerado marcaram época, dando voz a grandes ícones da música nacional. Como resultado desse sucesso, listamos os 7 melhores cantores do brega para embalar o seu dia. Já prepara o espaço para dançar e vem com a gente!

Os 7 melhores cantores do brega antigo

Ao mesmo tempo que dá para ouvir sozinho, com o crush ou com a família, a música brega foi mais que apenas um estilo musical, mas um movimento social. Assim, dos cabarés aos programas de auditório, o gênero contou com artistas que acreditavam no estilo e desbravaram o mercado, criando um legado do brega. 

1 – Waldick Soriano

Juntamente com Torturas de Amor, Eu não Sou Cachorro Não fez história no cenário da música brega, entoado na voz de Waldick Soriano. Além de tema de livro sobre música cafona e a ditadura militar, a canção rendeu ao cantor a assinatura de seu estilo e sucesso nacional. 

Como resultado, ele foi homenageado com uma rua de sua cidade natal com o mesmo nome, além de um documentário dirigido pela atriz Patrícia Pillar. Em 2008, o filme ganhou a categoria de melhor filme no Fest Natal e indicado como melhor documentário no Festival Paulínia de Cinema. 

2 – Amado Batista

Antes de tudo, não há como negar a premiada carreira de Amado Batista nestes mais de 40 anos. Nesse sentido, ele vendeu mais de 38 milhões de discos, possui 28 discos de ouro, 28 de platina e um de diamante. Assim, consagrou-se como um dos ícones de maior vendagem da Música Popular Brasileira, além de tornar-se dono de uma rádio em Goiás.

Após anos de carreira, seu trabalho mais recente foi a comemoração dos 44 anos de estrada, em um DVD com participações especiais. Dentre elas, destacam-se nomes como Simone & Simaria, Kell Smith, Moacyr Franco e Jorge, da dupla Jorge e Mateus, além do próprio filho Rick Batista. 

3 – Odair José

Odair José ficou conhecido por Vou tirar você deste lugar e Uma Vida Só (Pare de tomar pílula), pelo teor romântico e polêmico. Devido ao seu refrão icônico, esta última chegou a ser censurada pelo governo pelo entendimento de ser propaganda contrária às pílulas distribuídas por eles. 

Mesmo após lançar hits e ser excomungado da igreja por suas letras, o cantor continuou escrevendo sobre temas polêmicos, como drogas e prostituição. Como resultado dessa irreverência, em 2006 grupos do pop-rock gravaram um tributo à sua obra, com releituras de Pato Fu, Paulo Miklos e outros. 

Irreverência e estilo: o brega para além das canções

Inicialmente, os melhores cantores do brega antigo focaram apenas em letras apaixonadas e melodias carregadas de drama, levando o gênero a mais pessoas. Com o passar do tempo, acessórios como óculos escuros, girassol na lapela e estilo cigano foram incorporados por grandes nomes, criando uma identidade peculiar. 

4 – Reginaldo Rossi

Antes de tudo, Reginaldo Rossi começou sua carreira sob influência dos Beatles e Elvis, comandando o rock do The Silver Jets. Então, ao lado do grupo ingressou na Jovem Guarda e chegou a abrir shows para Roberto Carlos, mas foi na música brega que ele despontou.

Nesse sentido, foi com a canção Garçom que Reginaldo teve presença expressiva na mídia, fazendo parte de trilha sonora de novelas em emissoras nacionais. Dentre a lista de artistas que interpretaram seus sucessos como tributo, estão Otto, Ivete Sangalo, Roberta Miranda e Johnny Hooker. 

5 – Sidney Magal

Além de cantor, Sidney Magal é também ator, cantor, dançarino e dublador. Na carreira musical, teve intenção de começar na bossa nova, mas se aventurou mesmo pelo rock, samba e músicas estrangeiras. Logo após adotar um estilo cigano de vestimenta e apresentação, incorporou o estilo latino em sua arte, se tornando presença constante em programas de televisão. 

Assim como O Meu Sangue Ferve Por Você, seu sucesso se deve às faixas Sandra Rosa Madalena e Se Te Agarro Com Outro Te Mato. No cinema, chegou a interpretar ele mesmo no longa chamado Amante Latino, contribuindo para o frisson de seu público feminino. Agora, seu estilo serviu como inspiração para o personagem Steve Magal, do desenho Irmão do Jorel, feito com produção brasileira.

6 – Falcão

Primeiramente, Falcão teve como referência o gosto eclético do pai, que ia de Waldick Soriano a Nelson Gonçalves, além de viver a fase da Jovem Guarda. Depois que se inscreveu em um Festival da Canção Bancária, apresentou uma performance apostando em um bolero brega, com vestimenta colorida. Embora o festival tenha o reprovado, passou a se apresentar todos os finais de semana, sendo rotulado também como comediante nordestino. A partir disso, os pedidos para gravar um disco começaram a surgir e ele não parou mais. 

Assim, lançou o Canto Bregoriano e se tornou um sucesso regional, parte do disco Bonito, lindo e joiado. Então, com os próximos lançamentos, como I’m Not Dog No e Holliday Foi Muito, alcançou sucesso nacional, comandando até programas de TV. Da mesma forma, lançou livros, registrou frases exclusivas, atuou em filmes, cantou junto com o Massacration e marcou uma geração. 

Brega não é coisa de mulher?

O brega também inspirou diversas mulheres a se aventurarem pelo universo musical, tornando-as divas atemporais e precursoras de um movimento ainda presente. Como resultado de uma mistura de pop e latino, o brega também teve como representante Gretchen (sim!) e a cantora Diana.

7 – Francis Dalva

Inicialmente, Francis Dalva utilizou forró, carimbó e lambada para cantar na noite. Após ingressar no movimento brega pop do Pará, lançou seu sucesso Ovelha Desgarrada, mais tarde gravado também por Fafá de Belém. 

Apesar disso, sua carreira entrou em declínio na década de 90 e teve tentativa de resgate nos anos 2000, com a série Raízes Nordestinas. 

Já pensou se tornar um dos melhores cantores brega? 

Definitivamente, o brega é um estilo que veio para ficar e você pode fazer parte dele. 

Assim como os melhores artistas do brega antigo, você pode contribuir com o seu estilo e se juntar aos novos artistas. Que tal aprender com a gente? É só ingressar no Cifra Club Academy, escolher o seu instrumento e arrasar na performance!