10 músicas cringe que amamos

Por Bella Souza

Já parou para pensar que existe uma infinidade de músicas cringe que amamos? Aquele famoso guilty pleasure escondido na playlist para não aparecer nos rankings do final de ano. Todo mundo tem, no mínimo, um segredinho desses, e não adianta pagar de alternativo: a gente sabe que você conhece as letras do É o Tchan!

Phoebe, da série Friends, tocou muitas músicas cringe
O que pode ser mais cringe do que Phoebe tocando violão, TV de tubão e Friends? (Foto/Internet)

Antes de mais nada, amar, odiar e, principalmente, mudar de gosto é normal e esse movimento é a manutenção da cultura pop. Desde sucessos de décadas passadas até hits atuais, qualquer música pode acabar, eventualmente, caindo no mais novo termo querido pela Geração Z.

O que são músicas cringe?

O termo, importado do inglês, é usado para definir o que é brega, cafona. Pode-se dizer que a palavra descreve qualquer coisa que já gostamos um dia, mas juramos de pé junto que não gostamos mais.

Bakcstreet Boys, um grupo de músicas cringe

Se algo é coletivamente considerado “cringe”, muito provavelmente, isso é ou já foi popular. E felizmente, toda opinião está aberta à discussão. Dessa forma, fomos até o twitter – o reduto dos fandoms e críticos musicais anônimos, para saber quais são as músicas cringe que todos amamos.

Então, leitor, use e abuse dessa lista sabendo que você não é o único a venerar aquela faixa. Nós também a adoramos por aqui!

1. Always – Bon Jovi (1994)

Até pouco tempo atrás, nós achávamos que Always estivesse envelhecendo como vinho, porém, o mundo não dá voltas, ele capota. O timbre rasgado de Jon Bon Jovi sussurrando nos versos iniciais, já não é mais tão sensual quanto antes.

Hoje, você só pode ouvir a canção em público se tiver uma piada de tiozão para justificar.

2. Gangnam Style – PSY (2013)

Por que o maior K-pop da história está aqui na nossa lista de músicas cringe? Bem, os tempos são outros. O sucesso viral quebrou todas as barreiras linguísticas para se colocar entre os maiores hits da década. Porém, se 10 anos atrás era descolado fazer a dancinha de Gangnam Style, hoje é cafona e você será julgado por isso.

Já agradeceu ao inventor dos fones de ouvido hoje? Você pode continuar a curtir o som de PSY, sem ser cancelado no Twitter.

3. Imortal – Sandy & Júnior (1999)

A carreira impecável de uma das duplas mais queridas do Brasil não os impediu de entrar nessa lista. O duvidável trecho “o que é imortal não morre no final” entra na nossa lista de músicas cringe.

Da letra aos visuais do clipe, Imortal perdeu o ar de romance para o status de vergonha alheia. Contudo, nada impede que você finja estar curtindo algo socialmente não-cringe enquanto dá stream no sucesso da dupla.

4. Segure o Tchan – É O Tchan! (1995)

O que dizer de Segure o Tchan? Com certeza, a canção é um marco nos anos 90 e, provavelmente, você já dançou ao som dela. Na época de seu lançamento, o brasileiro queria mesmo era se divertir e ninguém parou realmente para fazer uma análise semiótica da faixa.

Contudo, hoje a canção gera um pouco mais de reflexão que antes. Brega ou fora de época? Bem, hoje, o tribunal declara cringe, apenas.

5. My Heart Will Go On – Céline Dion (1997)

O romance está fora de moda, portanto, My Heart Will Go On só é aceitável no contexto de um acidente marítimo. Os versos românticos – alinhados ao fato de que Jack cabia SIM naquele pedaço de madeira com a Rose! – hoje são um perigo aos diabéticos, de tão melosos.

A faixa é uma das nossas músicas cringe, porém, ainda está liberado chorar no travesseiro ao som de Céline Dion – contanto que ninguém veja, claro.

6. Believe – Cher (1998)

Acreditamos que exista alguma lei proibindo considerar Cher cafona, porém, inconstitucional ou não, o sucesso Believe ganha um lugar entre as nossas músicas cringe hoje. Seja pelo “excesso de anos 90” ou a batida dance já ouvida em outras quinhentas faixas diferentes, não dá mais pra digerir o hit.

Caso a canção ainda seja uma das suas favoritas, mas você não queira ser taxado de brega, tá liberado ouvir escondido. Porém, se alguém te questionar, responda que é a Cher e acabe com a discussão.

7. I Want It That Way – Backstreet Boys

Seja para zoar ou cantar com sentimento, essa aqui não pode ficar de fora dos karaokês – nem de qualquer lista de músicas cringe!

Guilty pleasure em seu nível máximo, I Want It That Way é o pacote completo. Os visuais, a letra melosa e o ritmo pop viciante fazem da canção a mais popular de toda a carreira da boyband. Clássico ou cringe? Você já sabe.

8. Wannabe – Spice Girls (1996)

O primeiro sucesso da carreira da girlband é um marco na história do pop, porém, Wannabe está tão passada quanto calças de cintura baixa. Hoje, o hit é analisado por um público diferente daquele de 25 anos atrás e, por essa razão, figura aqui entre as músicas cringe.

Ainda assim acha injusto e quer manter Wannabe na sua playlist? Justifique falando que é um clássico! 

9. Heloisa, Mexe a Cadeira – Vinny (1998)

Os anos 90 foram um surto coletivo que rendeu muita história para a cultura pop. No Brasil, é possível dizer que transcendemos em alguns quesitos. Desde programa infantil apresentado com roupa de banho até a inesquecível Heloisa, Mexe a Cadeira, hit do cantor Vinny.

Essa talvez seja a maior das músicas cringe brasileiras, contudo, vamos deixar para você, leitor, avaliar. 

10. Baby – Justin Bieber

Lá em 2010, de cabelo tigelinha, o canadense emplacou o sucesso que o lançou para o estrelato definitivo. O hino foi o primeiro hit mundial de Bieber e, até hoje, é um dos pontos altos de suas apresentações.

Contudo, quem passa pano é fã, o resto do público não perdoa: Baby é cringe. A história inocente sobre o primeiro amor não sobreviveu ao tempo e fecha com chave de ouro a nossa lista de músicas cringe.

Por fim, é muito provável que você tenha um gosto musical cringe ou até mesmo seja um músico cringe. Isso te assusta? Não deveria. Zoeiras à parte, o importante é que, no final do dia, ser cringe é ser livre.

Curtiu a lista e quer entrar em um debate divertido? Compartilhe o texto com os amigos e descubra o que mais eles acham brega.