5 músicas de John Lennon pra tocar em seu 81º aniversário

Por Fabio Teixeira

Muitas músicas de John Lennon são inesquecíveis. Aliás, não só as canções como outros eventos que marcaram sua trajetória. Por isso, neste dia em que seria comemorado seu 81º aniversário, 9 de outubro, preparamos uma homenagem a esse artista tão relevante do século XX.

John Lennon em sua cássica foto na cidade de Nova Iorque
John Lennon completaria 81 anos, em outubro de 2021 (Foto/Divulgação)

John Lennon nasceu em Liverpool, Inglaterra, no ano de 1940. Nos anos 1960, ganhou fama mundial com os Beatles, ao lado de Paul McCartney, Ringo Starr e George Harrison. Mas, após o fim da banda, sua carreira continuou de vento em popa, e Lennon ainda compôs excelentes canções. Então que tal relembrarmos algumas delas?

5 músicas de John Lennon para tocar e cantar

Nesta seleção, optamos por listar músicas de John Lennon em carreira solo. À sua maneira, cada uma dessas canções capta um pouco da essência poética de John, bem como sua humanidade.

Jealous Guy

Essa bela melodia começou a ser criada enquanto os Beatles ainda não tinham se separado, mas só foi lançada na carreira solo de Lennon. A letra veio apenas nesse momento, e revela um pouco da personalidade do artista, que muitas vezes vivenciava relacionamentos amorosos conturbados.

Na tonalidade de G (sol maior) a canção possui 14 acordes e talvez seja ideal para quem está em um nível mais intermediário. Caso tenha dificuldade com algum acorde, passe o mouse por cima dele e clique em “variar acorde”. Talvez você se adapte fazendo um desenho diferente.

Imagine – um hino em meio às músicas de John Lennon

Com certeza essa é a obra mais conhecida e importante da carreira solo do músico. Falando sobre um mundo ideal, sem guerras ou países, Lennon parece finalmente ter conseguido fazer uma música tão boa quanto Yesterday, de Paul McCartney. A popularidade da canção do parceiro lhe incomodava muito, e conseguir fazer algo “no mesmo nível” era uma obsessão para ele

Na tonalidade de C (dó maior), a música Imagine possui 9 acordes, sendo alguns apenas “de passagem”. Não é muito difícil até mesmo para o iniciante, apesar de contar com uma pestana na montagem do F (fá maior). Mas, se preferir, você também pode acessar a versão simplificada de Imagine, bem próxima da versão original, mas sem os detalhes.

Woman – o amor cantado nas músicas de John Lennon

A canção é uma das mais belas de John Lennon, e seus backing vocals lembram bastante os Beatles. No entanto, ela pertence a carreira solo do músico, e é uma homenagem à sua esposa, Yoko Ono, e às mulheres de forma geral

Mesmo na versão simplificada, ela ainda possui 12 acordes, alguns com pestana e outros um pouco difíceis para o iniciante. Além disso, a música muda de tom a certa altura. Por essas razões, ela é mais adequada para o nível intermediário. Mas quer saber? Vale bastante o esforço.

Nobody Told Me

Essa música integra o oitavo e último disco do artista, Milk and Honey, que também é assinado por Yoko Ono. Nobody Told Me era para ser lançada em um álbum de Ringo Starr, mas acabou na voz do autor, John Lennon. O sucesso foi enorme, e a música chegou a alcançar a quinta posição no Billboard Hot 100 nos Estados Unidos e o sexto lugar entre os singles do Reino Unido.

Bem animada, a música tem 9 acordes e não é muito difícil de ser tocada, apesar de ter uma pestana. Mas se o seu nível for intermediário ou avançado, é possível deixá-la mais interessante. Há, por exemplo, alguns trechos em que o baixo e o piano se destacam, e uma saída é simulá-los no violão. Se simplificarmos muito, esses momentos podem soar um pouco vazios.

Watching the Wheels

Lançada postumamente, em 1981, a canção também fez bastante sucesso e é obrigatória em qualquer playlist ou coletânea de músicas de John Lennon. Um de seus pontos altos é o uso do dulcimer, um instrumento medieval com um som muito bonito, que vale a pena você conhecer. Ele se destaca especialmente no final do refrão.

São 10 acordes, sendo dois com pestana. Mas você pode passar o mouse em cima do acorde e clicar em “variar acorde” para tentar achar opções mais fáceis. Para o iniciante, o Ab6 (lá bemol com sexta) pode parecer um pouco complicado. Nesse caso, você pode substituí-lo simplesmente por um Ab (lá bemol).

Breve biografa de John Lennon

Durante a infância, John Winston Lennon ficou anos afastado do pai, um marinheiro que viajava frequentemente. Ao mesmo tempo, sua mãe Julia o tratava com negligência. Assim, acabou sendo criado por sua tia Mimi. “A pior dor é a de não ser desejado”, disse o músico em uma entrevista, tempos depois.

Sua mãe acabou morrendo atropelada, o que também foi um choque para o jovem John. Essas experiências contribuíram muito para a definição de sua personalidade durante toda a vida

Pouco tempo antes do acidente, John havia conhecido Paul McCartney em uma festa de rua em que estava tocando. Paul entrou para a banda de John, The Quarrymen, e, pouco tempo depois, convidou o amigo George para fazer parte do conjunto. Foi essa banda que acabou dando origem aos Beatles.

Já com Ringo Starr, os Beatles ficaram conhecidos pelo pioneirismo em vários aspectos musicais, tocando desde baladas de rock até canções com influências indianas. Suas músicas obtiveram um impressionante sucesso comercial e ainda são ouvidas pelas novas gerações. Quando a banda terminou, John Lennon seguiu em carreira solo e compôs muitas músicas de sucesso

Lennon e o rock ativista

O artista também se envolveu com a política, posicionando-se contra a Guerra do Vietnã, por exemplo. Inclusive, a música Give Peace a Chance, composta pelo artista, tornou-se uma espécie de hino contra o conflito. 

Devido aos seus posicionamentos, Lennon incomodava bastante gente, quando já morava nos EUA nos anos 1970. Uma dessas pessoas era o presidente americano na época, Richard Nixon, que tentou deportá-lo do país a todo custo. Nixon via no ex-beatle, uma ameaça à sua reeleição.

Qual o motivo da morte de John Lennon?

No dia 8 de dezembro de 1980, John Lennon chegava em seu apartamento em Nova Iorque com Yoko Ono, sua esposa. Nesse momento, foi surpreendido por alguém chamando por ele. Ao se virar, Lennon levou quatro tiros de um “fã”, que havia planejado seu assassinato e foi até o Edifício Dakota especialmente para matá-lo.

Hoje, seu assassino, Mark Chapman, mostra-se arrependido e justifica o crime dizendo que matou Lennon pela “glória”, achando que ao matá-lo poderia “roubar sua fama”. Diz ainda, que entende ter de passar o resto da vida na prisão, e pede desculpas à Yoko, viúva do músico.

Se você aprecia as músicas de John Lennon assim como nós aqui do Cifra Club, compartilhe esse post com seus amigos. Com certeza, a sua galera também vai curtir a ideia de celebrar o legado de John nesta data tão especial!

Artigos que também podem te interessar: