Músicas do Raça Negra: aprenda a tocar as melhores

Por Gislaine Costa

Dá para pensar nas músicas do Raça Negra sem vir à mente automaticamente um Didididiê… Didididiê ê ê…? Não tem jeito! Essa conexão é só um pequeno exemplo do impacto que o grupo tem na música popular brasileira.

As músicas do Raça Negra são parte da cultura popular brasileira
Com quase 40 anos de carreia, o grupo Raça Negra segue no posto de principal nome do pagode (Foto/Divulgação)

A história da banda começou lá em 1983, num bairro da Zona Leste de São Paulo. Porém, o primeiro disco só veio em 1991 e foi o pontapé inicial para que emplacassem canções incríveis. Nessas composições, é possível identificar influências do pagode e do samba, o que junto ao romantismo pode ter sido a receita para o sucesso. 

Nesse post, você vai conhecer as melhores músicas e poder identificar melhor essa mistura. Fica ligado!

Dá para tocar pagode no violão?

Ô, se dá! Apesar de os instrumentos mais comuns desse estilo musical serem o cavaquinho, surdo, tamborim, o violão também é super bem-vindo num bom pagodinho. Então a adaptação das músicas é bem natural e o resultado fica excelente.

Quanto aos acordes utilizados, é comum utilizar a sétima maior, a nona, a décima terceira menor, que é uma característica do samba, bem como da bossa nova. Já quanto à levada de pagode, você vai utilizar basicamente o polegar (para o baixo), indicador, médio e anelar (para tocar as demais notas). Pense que com os 3 dedos, simultaneamente, marcará o que seria o tamborim e o dedão estará fazendo o papel do surdo. 

Ouvindo bastante as músicas e com treino, rapidinho você será considerado o rei do pagode entre os seus amigos!

As 7 melhores músicas do Raça Negra para tocar e cantar hoje

Agora que já está ligado em como tocar pagode no violão, que tal começar com as músicas do Raça Negra? Elas são excelentes, pois a maioria tem acordes simples e levadas mais lentas. Além é claro de serem essenciais no repertório de um pagodeiro que se preze. 

Capa do disco dos anos 90 que trouxe as melhores músicas do Raça Negra
Nos anos 90, o Raça Negra ajudou a mudar os rumos da música brasileira popular (Imagem/Divulgação)

Na lista a seguir, selecionamos as melhores músicas do Raça Negra, sendo a última o maior sucesso disparado. Qual será, hein? Confira e verá! 

7. Caroline

Essa música conseguiu muitos feitos. Lançada no Vol. 1 da banda (1991), foi o primeiro hit, popularizou o pagode e ainda “batizou” muitas meninas na década de 90. A letra é sensível e o refrão é bem marcante, não é à toa que caiu na boca da galera.

6 acordes são necessários para tocar essa música do Raça Negra e, entre eles, só vai utilizar uma pestana. O início original tem uma introdução com o saxofone e no lugar dele, você pode fazer a batida padrão. 

6. Cigana

Depois do grande sucesso do primeiro CD, o Raça emplacou mais um no ano seguinte, igualmente cheio de hits. Um deles foi Cigana, que tem uma letra daquelas perfeitas para mandar indireta para o ex.

A cifra dessa música vai exigir um pouco mais de você, mas nada que não desenrole com facilidade. Vai encontrar algumas pestanas e alguns acordes com a sétima, comuns dos pagodes e o ritmo também é característico do estilo musical.

5. Me Leva Junto Com Você

Quando o artista lança álbum após álbum é porque o auge só estava começando, como é o caso do Raça Negra. Em 1994, foi a vez dessa música cuja letra é praticamente uma declaração de amor e uma súplica de uma chance ao mesmo tempo. 

Essa composição tem 9 acordes, sendo 2 pestanas, um ritmo padrão mais lento, a cara do pagode romântico, né não? É uma cifra bem tranquila e a dica aqui é ouvir bem a música para se ligar na hora de trocar os acordes, se liga só:

4. Quando te Encontrei 

A parceria entre Luiz Carlos, vocalista e líder do grupo, e Gabú, ex-integrante e grande compositor, rendeu sucessos incríveis. Um deles foi Quando te encontrei, que chegou rapidamente ao topo das paradas nos anos 90.

Já pode ir tirando o violão da bag, pois essa é fácil demais! Você vai usar 4 acordes para tocar a música toda. Primeiro, faz um A, depois monta o acorde de Bm e, para fazer o próximo, é só manter o formato e avançar duas casas. Para finalizar o verso, volta pro Bm e depois toca um E7, então é só repetir nas demais partes. 

3. É Tarde Demais

Hit master do ano de 1995, essa música com certeza marcou a história não só do Raça Negra como de todos os grupos de pagode. Um fato interessante é que essa canção chegou até ao Guiness Book, por ser a música mais reproduzida do mundo em 1 único dia.

Quer aprender a tocar esse sucesso absoluto? Vai precisar fazer 6 acordes, sendo 3 deles pestanas, então é importante dominar essa técnica. Na parte inicial, temos apenas a voz e o piano, que fica fazendo algumas melodias em cima de acordes. Para adaptar para o violão, é só fazer arpejos semelhantes e soltar esse vozeirão.

2. Deus Me Livre

Um aviso precisa ser dado: não ouça essa música em caso de coração partido! Brincadeiras à parte, a letra fala da dualidade de sentimentos, em que o querer estar perto conflita com o medo de sofrer. Profundo né? Talvez por isso é que se trata de uma das melhores músicas do Raça Negra e caiu tão rápido no gosto da galera.

A cifra de Deus Me Livre é imperdível e, para tocar a canção inteira, são necessários 8 acordes, a maioria bem simples. Essa música tem um detalhe interessante de reproduzir: a primeira parte começa bem lenta, mas o refrão ganha uma batida bem swingada. Confira este vídeo para perceber melhor essa passagem:

1. Cheia de Manias 

Chegamos nela, a principal entre as músicas do Raça Negra! Ela toca no meio do churrasco, na rodinha de pagode e até em novela já apareceu. Dá para dizer, tranquilamente, que esse é um dos hits mais importantes do grupo, afinal abriu as portas para o sucesso no mundo da música. 

A versão completa contém o solo inconfundível, o que vai exigir certa agilidade nos dedos, mas é só acompanhar a tablatura e dará tudo certo. Já os acordes utilizados são apenas 3: D, E e F#m. Se quiser evitar a pestana, é só colocar um capotraste na terceira casa e acompanhar a cifra simplificada.

Certamente, o pagode não foi mais o mesmo depois das músicas do Raça Negra e temos certeza que o seu repertório também não será! Vai ficando por aqui nossa homenagem aos gigantes da música popular brasileira, então agora é sua vez! Compartilhe esse post com seus amigos e deixe esses sucessos ainda mais vivos!