As melhores músicas de Michael Jackson para você tocar

Por Geraldo Paim

Está a fim de aprender as melhores músicas de Michael Jackson para animar sua festa? Então, este artigo é para você!

Michael Jackson cantando e dançando em show
Michael Jackson nos deixou há exatos 13 anos (Foto/Reprodução/Internet)

O grande desafio de fazer os clássicos do Rei do Pop no violão é transpor para apenas um instrumento todas as camadas das produções gigantescas dos seus sucessos. Nesse sentido, você terá que caprichar. Mas são hits conhecidos por todas as gerações, logo não tem como não dar certo!

Não deixe de fazer temas, frases e riffs característicos das canções, mas lembre-se: Michael é ritmo. A batida da mão direita (para os destros) precisa ser intensa e caprichada para manter a vibe desses clássicos!

Como tocar Michael Jackson no violão: aprenda com 10 músicas

Separamos 10 entre as dezenas de hits da carreira de MJ, que acreditamos que não podem faltar em seu repertório. Fique com um olho nas cifras e outro nessas dicas preciosas para sua performance brilhar! Confira a lista abaixo e comece já os ensaios:

I´ll Be There

Você pode fazer a levada de I’ll be there com um um ritmo de balada no violão, em tempo 4/4. Os acordes centrais da introdução são F, Eb e Bb, mas há variações nos desenhos dos acordes. Com isso, também acabam entrando na cifra F4 e Fsus.

No mais, capriche nas descidas do baixo (na primeira parte e no refrão) e nas alterações de dinâmica (na ponte), para dar mais groove à batida!

Don’t Stop Till Get Enough

Aqui é legal reproduzir os licks que a guitarra faz enquanto Michael canta. Mantenha o acorde de B, primeiro com baixo em A, depois com baixo em B. Enquanto isso, pontue nas notas B e A e depois na sequência B, A, C#, F#.

O groove é importantíssimo em Don’t Stop Till Get Enough. Para a sua performance chamar a atenção, é fundamental caprichar no ritmo.

O riff, executado originalmente pelo naipe de metais, pode ser feito no violão com uma sucessão de power chords!

Thriller

Assim como na canção anterior, o fraseado dos metais que introduz Thriller é transportado para uma sequência de power chords, na interpretação no violão.

Logo depois desse tema, vem outro riff, que segura o groove. Ele é formado pelas notas C#, B, C#, E, F# e C#. Enquanto estiver cantando, mantenha a batida de pop na mão rítmica.

Beat It

Aqui seria legal contar com dois violonistas: um no ritmo, outro no riff.  A guitarra base faz belos ligados nas cordas Lá e Ré. Confira na tablatura de Beat It.

Sobre a afinação, a guitarra é tocada meio tom abaixo.

Billie Jean

Agora é hora de todo mundo fazer o moonwalk! Billie Jean é mais uma das melhores músicas de Michael Jackson que têm uma sobreposição de fraseados marcantes. 

Usando as cordas Lá e Ré nas casas 2 e 4, você toca a seguinte sequência de notas: F#, C#, E, F#, E, C#, B e E. Não deixe de conferir a tablatura da canção! Ademais, temos uma videoaula especial para esse hit:

O riff de teclado, quando passado para o violão, é feito usando algumas pestanas e desenhos mais complicadinhos, nas casas 2, 4, 5, 6 e 7. Mais uma vez, não deixe de olhar a tablatura. Toque com um dedo pegando em cada corda, dispensando a palheta.

Na ponte, faça cada acorde solto, deixando soar, bem rock. São eles: D9, F#m7(11) e C#7. Já no refrão, voltamos ao tema central da faixa. Se ainda estiver difícil para você, confira a nossa videoaula simplificada de Billie Jean:

Human Nature

Nessa linda balada, a levada padrão do violão cai bem. Na estrofe, procure conciliar os acordes (G, G e A) com os três ataques rítmicos da guitarra. Quando fizer o A, puxe com o mindinho a nota D(feita na corda Si, na 3ª casa). Logo depois, retorne para a nota C#, na 2ª casa. Veja aqui a cifra completa de Human Nature

No refrão, uma coisa importante! Na frase “tell them that it’s human nature“, a guitarra faz a mesma melodia cantada por Michael. Treine bem, para que faça uma performance interessante e fiel ao original!

Bad

Se você der uma olhada na cifra de Bad, ela vai parecer fácil. Mas, para manter o clima no alto e tornar sua interpretação interessante, é legal acertar na dinâmica. Procure sempre manter a nota grave pulsando e o acorde nas cordas médias e agudas, cortando o tempo.

O tema principal é feito na corda Lá com as seguintes notas: A (corda solta), C, D, Eb, E. Atenção para as repetições desse tema, que têm tempo diferente.

Smooth Criminal

Mais um riff delicioso! Ele é feito nas cordas Mizona e Lá, nas casas 2, 3 e 5. Em alguns momentos do riff, dá pra marcar os acordes Am, G/B, C e G

No refrão de Smooth Criminal, você pode atacar os acordes de F e G. Dê ênfase às cabeças e aos intervalos e não se esqueça do break no E

We Are The World

Um clássico indispensável no setlist das melhores músicas do Michael Jackson! A mão rítmica de We Are The World pode usar uma batida de balada. No refrão, atenção para os acordes de passagem: E/G# e B/D#

Não poderíamos nos esquecer da parte “especial”! Aqui, usamos a progressão de acordes C, D e E antes de voltar para a segunda parte do refrão.

Black or White

O maior sucesso do disco Dangerous (1991) tem a estrutura harmônica do blues. Mas o ritmo merece uma síncope bem característica dos hits do Rei do Pop. No violão, Black or White pode casar com uma batida de black music.

É mais uma de MJ que traz um riff de guitarra marcante. A nossa tablatura explica como fazer! E dá para tocar esse riff deixando soar o bordão em E, sem perder no grave e no groove.

Lembre-se de aumentar a pegada na parte “especial”. Dobre a batida na mão rítmica, criando o peso que dessa estrofe.

As melhores músicas de Michael Jackson na sua mão!

Se depender de você, a festa está pronta! Agora que aprendeu a tocar as melhores músicas de Michael Jackson, que tal compartilhar este artigo? Temos certeza de que sua apresentação será um sucesso. Afinal, nada combina mais com sucesso do que o Rei do Pop!