Pagodes atuais: aprenda a tocar e ouvir

Por Rafael Iamonti

O pagode está entre os estilos musicais mais populares. Mesmo não sendo o gênero mais ouvido atualmente, continua lançando artistas relevantes no cenário nacional. Grupos como Di Propósito e Menos é Mais, por exemplo, lideram uma renovação dos pagodes atuais.

Dilsinho e Ferrugem, dois artistas que criaram os melhores pagodes atuais
Dilsinho e Ferrugem estão entre os principais representantes do pagode atual (Foto/Cássio Jóffily)

Ademais, muitos artistas de outras gerações, como Thiaguinho, Péricles e Sorriso Maroto, continuam lançando músicas que fazem muito sucesso. Isso sem falar de Dilsinho, Tiee, Ferrugem e Mumuzinho, que estão dando do tom na cena atual.

Enfim, o gênero tem uma imensa capacidade de reinvenção. Dessa forma, as safras de artistas sempre se renovam e não deixam o samba morrer. Neste artigo, selecionamos algumas músicas que você pode aprender a tocar ainda hoje. Vamos lá?

Na palma da mão: 9 melhores pagodes atuais pra tocar 

Montamos esta lista pensando em pagodes atuais. Algumas dessas músicas podem ser para músicos experientes, mas também há versões simplificadas, ou seja, para quem está começando.

50 Vezes – Sorriso Maroto (ft. Dilsinho)

O Sorriso Maroto lançou essa música como single em 2019. Com participação de Dilsinho, a faixa esteve entre as músicas mais ouvidas do Spotify. Quem curte pagodes atuais, com certeza já escutou.

Você vai precisar de apenas quatro acordes para tocar 50 Vezes. A transição entre eles pode ser considerada fácil e a canção é tocada em um ritmo de samba. Logo, é uma ótima opção para quem está começando no violão.

Refém – Dilsinho

Lançada pela primeira vez no segundo álbum do cantor Dilsinho, Refém está entre os pagodes atuais mais tocados. O artista também regravou essa canção em 2019, no DVD Terra do Nunca Ao Vivo.

A versão completa de Refém tem alguns solos e riffs, que podem ser mais indicados para quem já tem mais contato com instrumentos. Nesse sentido, para executá-la você vai precisar de acordes complexos. Porém, é possível tocar a versão simplificada, que tem apenas cinco acordes.

Playlist – Mumuzinho

Mumuzinho lançou essa música no final do ano passado. Em meados de 2021, no entanto, ela já está entre os pagodes atuais mais reproduzidos nas plataformas digitais. Em seis meses, o clipe oficial já tem mais de 10 milhões de visualizações no YouTube. 

Para tocar Playlist, você precisa de 10 acordes não muito complexos. Dessa maneira, pode ser uma opção para quem está começando no violão e quer se aprofundar mais na levada de samba.

Eu Não Sou de Me Entregar – Ferrugem

Ferrugem é um fenômeno do pagode atual. Recentemente, o cantor atingiu a impressionante marca de um bilhão de reproduções no Spotify. Além disso, Eu Não Sou de Me Entregar foi lançada em novembro de 2020, no álbum Abre Alas.

Tocada em Mi Maior, a versão completa de Eu Não Sou de Me Entregar tem apenas nove acordes. A maioria deles não é tocada com pestana e são executados em cima de um ritmo de samba. Por isso, você não deve encontrar muitas dificuldades nas transições entre as notas e acordes.

Nem De Graça – Pixote

Com mais de 25 anos de carreira, o Pixote continua fazendo sucesso com pagodes atuais. Lançada no formato single, em 2018, e depois como faixa do DVD Fã de Carteirinha, Nem De Graça já contabiliza mais de 312 milhões no YouTube. 

A versão simplificada de Fã de Carteirinha dessa canção tem sete acordes, a maioria com pestana. A maior dificuldade está na entrada do refrão, bem como nas rápidas transições de acordes.

Recaída – Grupo Menos é Mais

O Menos é Mais chamou a atenção nos últimos tempos lançando versões de pagodes atuais. Agora, grupo começou a mostrar os seus trabalhos autorais, e já vem se destacando. 

A versão principal de Recaída tem um solo na introdução e algumas viradas antes do refrão. Se você preferir, pode optar por tocar a versão simplificada dessa música, com apenas seis acordes nada complexos.

Princesinha – Di Propósito

O Di Propósito faz parte da cena do pagode que vem de Brasília. Na estrada desde 2009, o grupo está há cerca de oito anos trabalhando com material autoral.

A versão simplificada da música Princesinha tem seis acordes, sendo somente um com pestana. A música pode ser tocada com um ritmo diferente nas primeiras estrofes, mas depois você pode seguir um ritmo de samba até o final.

Modo Avião – Tiee

Tiee está entre os grandes representantes da nova geração pagodeira. Autodidata, aprendeu a tocar cavaquinho, violão e banjo. Ao lado do pai, que era compositor, começou a tocar nas rodas de samba cedo e nunca mais parou. Seu primeiro hit, Climatizar, foi lançado em 2013, de lá pra cá, acumula músicas de sucesso.

Para tocar Modo Avião, você precisa de seis acordes. A música não tem grandes dificuldades, mas logo após a primeira estrofe vem um solo simples. Depois, basta seguir a sequência de acordes. Essa versão ao vivo pode te ajudar a compreender melhor a levada do violão.

Cheiro Bom do Seu Cabelo – Ludmilla

A pop star Ludmilla mostrou sua versatilidade no começo deste ano, quando lançou um álbum de pagode. Quem sabe esse novo trabalho possa abrir ainda mais portas para que outras cantoras façam parte da cena?

Escrita por Ludmilla, Cheiro Bom do Seu Cabelo é tocada com oito acordes, que podem ser um pouco mais complexos para quem está começando. Mesmo assim, pode ser um bom treino para quem quer se desafiar na montagem de notas mais avançadas.

As levadas de samba e pagode, geralmente, são muito abrangentes. As harmonias podem conter solos, arpejos e dedilhados, mas também podem ser reproduzidas de formas simples.

Você pode se aprofundar ainda mais nesse mundo através do Cifra Club Academy, uma assinatura mensal, onde você pode aprender vários instrumentos desde os primeiros passos.