Músicas de Jimi Hendrix: 7 performances lendárias do guitarrista

Por Alex Fernandes

27 de novembro é a data do aniversário de 79 de James Marshall “Jimi” Hendrix, um dos nomes mais lendários de toda a história da música. Para celebrar o aniversário desse mestre da guitarra, separamos as melhores músicas de Jimi Hendrix em apresentações de perder o fôlego.

O guitar hero Jimi Hendrix tocando com sua Fender Stratocaster preta
Jimi Hendrix, o incomparável “canhotinha de ouro” da guitarra (Foto/Divulgação)

É pra ouvir, pular e se inspirar. E pra conhecer o estilo desse guitarrista que influenciou gerações, é claro! Confira a seleção a seguir e curta o show.

7 músicas de Jimi Hendrix que mudaram a história

Mesmo em pouco tempo, Jimi Hendrix colecionou performances espetaculares e lançou músicas icônicas. Veja agora as mais relembradas e citadas pelos fãs ao redor do mundo!

Hendrix incendeia a Califórnia

Vamos começar pelo momento mais emblemático dentre as apresentações da lenda. A imagem de Jimi ajoelhado em frente à sua guitarra pegando fogo correu pelos quatro cantos do mundo. Se você conhece um pouco da história do rock, deve ter visto por aí também.

Esse episódio aconteceu no Monterey Pop Festival, na Califórnia, EUA, em 1967. No final de Wild Thing, Hendrix ateia fogo à guitarra, para em seguida terminar de destruí-la na mão.

Uma curiosidade bem legal é que essa não foi a única vez que ele fez isso — nem a primeira. Aconteceu inicialmente alguns meses antes, em Londres, durante a música Fire, mas a situação não foi tão bem controlada. Hendrix chegou a ir para o hospital cuidar de queimaduras nas mãos!

Mas ele aprendeu a dominar melhor as chamas e reproduziu a ideia, gerando uma performance que seria eternizada. Assista:

Purple Haze em Atlanta

Um dos grandes clássicos de Hendrix, Purple Haze é lendária por onde passa. Tornou a cor roxa parte da marca do guitarrista e cativa novos fãs até hoje, uma vez que é comum descobrir Jimi através dessa faixa.

A apresentação no Atlanta Pop Festival é uma entre tantas memoráveis. Esse show é lendário porque foi uma das últimas apresentações do músico antes de morrer e entrar para o Clube dos 27. Por isso mesmo, também foi escolhido para a produção de um documentário chamado Jimi Hendrix: Electric Church, lançado em 2015.

Dê o play e tenha sua própria experiência sensorial:

Hey Joe, você está indo para Woodstock?

Aqui temos uma junção de uma música gigante com uma apresentação inesquecível. Hey Joe, na realidade, foi escrita por Billy Roberts em 1962, mas se popularizou na versão da Jimi Hendrix Experience — power trio também pelo baterista Mitch Mitchell e pelo baixista Noel Redding.

Na voz e mãos de Jimi, Hey Joe ganhou o mundo. Mais ainda na apresentação de Woodstock, em 1969, já que foi a canção que ainda fez uma exausta plateia ter fôlego para curtir.

A criança vodu

O terceiro dos grandes clássicos entre as músicas de Jimi Hendrix é Voodoo Child. A faixa traz o maior solo do guitarrista, considerando as variações realizadas nos shows. Algumas apresentações chegam a ter mais de 15 minutos, pois Jimi era um mestre da improvisação musical!

Contudo, não é só o tempo que torna uma performance incrível. Por isso, selecionamos a performance no Maui, em 1970, uma favorita entre os fãs. Além disso, é uma das gravações com melhor qualidade, perfeita para assistir mesmo em 2021!

De Dylan a Hendrix

Mais uma música que ganhou mais popularidade nas mãos de Jimi Hendrix foi All Along the Watchtower, de Bob Dylan. O cover surgiu apenas seis depois da original e foi um sucesso estrondoso. Até o próprio Bob adorou, tanto que seguiu tocando na versão de Jimi nos anos seguintes.

Uma das apresentações mais lembradas dessa música está no álbum ao vivo Blue Wild Angel, lançado postumamente em 2002. É a última performance de Jimi no Reino Unido, no festival Isle of Wight, apenas três semanas antes de sua morte.

O blues por trás do rock’n’roll

Também há alguma calma escondida entre as músicas de Jimi Hendrix. Little Wing traz um ritmo mais lento do que os outros hits do músico, bem como uma inspiração em blues e R&B.

Essa canção mostra um lado diferente de Hendrix, mais melódico e romântico, porém ainda com a leveza e desenvoltura que conhecemos na guitarra. Little Wing foi tocada ao vivo várias vezes, com destaque para a versão mais “intimista” apresentada no Café Au Go Go, programa de rádio de Nova York, que rolou em 1968.

Além de curtir essa performance, que tal também fazer algo diferente? Aprenda a tocar a sua própria versão seguindo essa aula com o Vinicius Dias:

A garota dos sonhos

A música com maior teor sexual de Jimi é também uma de suas mais famosas. Foxy Lady, também escrita como Foxey Lady, é carregada com a energia característica de Hendrix.

Não se sabe ao certo quem foi a inspiração para a canção, mas é provável que tenha sido Fayne Pridgon, namorada do cantor no meio da década de 1960. O importante é que a faixa se manteve no repertório de Hendrix durante toda sua carreira, e segue imponente até hoje.

Uma das inúmeras apresentações está no álbum ao vivo Miami Pop Festival, também lançado postumamente, em 2013.

Obrigado, Jimi!

As músicas de Jimi Hendrix e seu jeito único de tocar mudaram o mundo. Não há como negar, seja vendo sua influência em artistas dos mais diversos gêneros, seja apenas ouvindo e se deixando levar.

Esperamos que tenham curtido essa seleção singela de memórias. Fica aqui nossa homenagem para a lenda!