Músicas do Bruno Mars para entendê-lo como artista

Por Bella Souza

Quem é o novo rei do pop? Podíamos sentar e discutir sobre o tema durante infinitas horas e só chegaríamos em uma conclusão aproximada: ELE. Sendo assim, essa aqui não é apenas uma lista de músicas do Bruno Mars, mas um passeio pelo seu rico universo criativo!

Músicas do Bruno Mars são essenciais para entender a música pop do século XXI
Músicas do Bruno Mars são essenciais para entendermos a música pop do século XXI (Foto/Divulgação)

Hoje, vamos analisar e aprender a tocar as canções que tanto contribuíram para a indústria musical nos últimos anos. Desde as referências de sua experiência frustrada com a lendária Motown Records até o status que ocupa hoje.

Como as músicas do Bruno Mars mudaram a cara do pop

Lá no começo dos anos 2010, Bruno entrou com tudo nas rádios, não somente com riffs plásticos e batidas chiclete. O timbre inigualável unido aos refrões potentes, melodias rebuscadas e a interpretação profunda o destacavam na multidão. Fosse com um violão, um piano, a capella ou só dançando. Até o carisma do cara no palco é admirável!

Portanto, mais do que emplacar um sucesso atrás do outro, Bruno se preocupa em explorar seu alcance ao invés de repetir a própria receita. Seu estilo não cabe completamente em nenhuma das caixas com nome de R&B ou Pop. Ainda tem muito rock, funk, reggae e soul na sua discografia. Assim, Bruno Mars, nascido Peter Gene, torna o mercado mais diverso e divertido.

7 músicas essenciais do Bruno Mars para tocar e cantar

Com uma discografia impecável, seria muito mais fácil basear nossa lista de músicas do Bruno Mars em números. Mas faremos diferente: a nossa seleção é de músicas que mais compreendem o alcance criativo do cantor.

Sabe aquela canção, trecho ou vibe que você ouve e diz “caramba, só ele mesmo!”? São essas as músicas do Bruno Mars que vamos celebrar hoje. 

The Other Side (2010)

O hit do EP It’s Better If You Don’t Understand traz as teclas características de CeeLo Green e o rap B.o.B como parceria. Foi a primeira grande amostra do que seria Bruno Mars: extensão vocal, harmonias e percussão criativa. Em cada trecho, um estilo, mas em todos eles a identidade do artista.

Para tocar The Other Side você precisa do capotraste na primeira casa. São seis acordes fáceis, nenhuma pestana e apenas um desafio: cantar no tempo da música. Aproveite para ser criativo durante o rap de B.o.B!

Grenade (2010) – sofrência entre as músicas do Bruno Mars

Faixa de Doo-Wops & Hooligans, Grenade atingiu o topo da Billboard Hot 100 na época e se destacou pelo letrismo do artista. Melodia cheia, letra rica. Isso sem falar nas harmonias! Dá pra sentir a dor na voz do havaiano, que cresce e cresce até o último verso. 

A cifra de Grenade em Dm (Ré Menor) vai exigir onze acordes fáceis. O dedilhado simples alterna apenas o baixo entre A (Lá) e E (Mi) conforme a troca de acordes. Você deve chegar a um bom resultado bem rápido com a nossa videoaula!

The Lazy Song (2010)

A música que melhor compreende o bom humor do cantor também está no seu álbum de estreia. O videoclipe viral, além de fazer rir, também cumpriu o papel de trazer audiência para o resto de Doo-Wops. Portanto, em meio às sofrências e melodias apaixonadas, The Lazy Song é um respiro mais do que divertido.

Você aprende a tocar The Lazy Song no violão com sete acordes. O ritmo da batida mal varia de padrão e é ótimo para treinar pestanas. 

Locked Out Of Heaven (2012)

O swing upbeat traz as harmonias masculinas que iriam preencher o álbum seguinte. Só por esse fato a canção já valeria a pena, mas o destaque aqui está no dinamismo entre os versos e o refrão. Ora funk, ora rock. Atestado: pra dançar batendo a cabeça! 

Para aprender a tocar Locked Out Of Heaven você vai precisar de seis acordes super simples e muita energia! Chame um amigo para tocar o riff do refrão, que exige somente duas cordas e é indispensável para o crescendo da música. 

Uptown Funk (2014) – a redefinição do pop nas músicas do Bruno Mars

Essa aqui dispensa justificativa e é um dos pontos altos dos shows. O hit do produtor Mark Ronson é um divisor de águas na carreira de Bruno e a que melhor desenvolve a dinâmica de suas performances. Apesar de não ser uma das músicas do Bruno Mars, a canção tem a sua cara e é indispensável no seu repertório.

Bem-humorada, encorpada, dinâmica e participativa. Só há um jeito de curtir Uptown Funk: com o corpo todo! 

Para tocar Uptown Funk você vai usar apenas quatro acordes em C (Dó Maior). A batida será o seu maior desafio, já que na versão original a percussão e os instrumentos de sopro tomam conta de quase 100% da melodia. Nos versos, tente marcar as batidas com um metrônomo por volta de 110 BPM! Isso pode te ajudar a identificar as entradas dos acordes.

24K Magic (2016)

Em 24K Magic, Bruno torna seu grupo de vozes indispensável. Com a mesma energia de Uptown Funk, ele traz de volta uma sonoridade que teria abrilhantado ainda mais os anos de ouro da Motown. Tudo isso e ainda um toque moderno que identificou toda a era multipremiada. Portanto, é seguro dizer que essa é a sua faixa mais importante.

Aprenda a tocar 24K Magic com sete acordes em A (Lá Maior) e para pegar as batidas você vai precisar prestar bastante atenção na percussão. Essa cifra pode te exigir um pouco mais de tempo do que as outras músicas do Bruno Mars. Contudo, o resultado pode te surpreender! 

Leave The Door Open (2021) como Silk Sonic

A empreitada mais recente de Bruno Mars nem mesmo leva o seu nome. Junto com Anderson Paak., criou o Silk Sonic para explorar uma nova era anos 70. Romântica, sacana, divertida, soul, Leave The Door Open estaria na lista de favoritas do eterno Prince. Portanto, prova definitiva de que tudo que Bruno Mars toca vira ouro!

A cifra de Leave The Door Open não vai ser tão facinha de aprender (volta aqui, iniciante!). Os vinte e dois acordes são um pouco fora do padrão para iniciantes, contudo, invista algum tempo em gravar a progressão de acordes e logo estará tocando tudo! Por fim, a batida é simples e lenta, o que também facilita para quem está começando. Viu? Vale a pena.

Finalmente, lançamento após lançamento, estamos sempre nos perguntando: será que ainda dá pra ficar maior, melhor e mais impressionante? E Bruno Mars sempre prova que sim.

Fica aqui o nosso feliz aniversário para o herdeiro de Michael Jackson! Que seu groove atemporal continue ecoando enquanto ainda houver música (e que haja música para sempre!). Não deixe de compartilhar o artigo com os amigos e visitar o resto da discografia do artista.

Outros artigos imperdíveis: