A onde eu chego cantando
Faço verso de improviso
Dor linha pra cantador
Aperto quando é preciso
Quando o cantador é fraco
Eu mando criar juízo
Mas se é bom eu mim
Embrabeco e viro cobra de gizo
E quem joga contar mim
Acaba de bolso liso


Também dizem que eu pelejo
Essa eu achei muita graça
Eu não sou desses valentes
Que briga só na cachaça
Enchem a cara nós botecos
E saim fazendo aruaça
Fica mim desafiado
Dou as costas por pirada
Tira o álcool da cabeça
E venha que eu mostro a raça


Eu não brigo na bebida
Respondo pra quem quiser
Sendo pro questão de honra
Aí eu puxo o talher
Brigo por uma criança
Defendo como eu poder
Brigo pelo meu país
Venha de onde vinher
Também derramo o meu sangue
Por uma linda mulher


Por uma linda mulher
Faço para o progresso
Encerro minha carreira
E paro de canta verso
Fecho todas as gravadoras
E ninguém mais faz sucesso
Mata morro corto e furo
Só uma coisa eu peço
A mulher tem que ser linda
Igual a Miss Universo


Mim chamam de mulherengo
De uma mulher eu nascer
Tomei minhas mamadeiras
Pra uma mulher eu cresci
Fiquei machão criei barba
Lindas mulheres eu vir
Aí quiz uma porção
Mas de mil eu escolhi
Pra não aver bronca em casa
Eu vou parar por aqui

Composição: Colaboração e revisão: Tony Oliveira

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...