Ô lala, ô lala.. ee
Ô lala, ô lala.. ee

Podem avisar, pode avisar
Invente uma doença que me
Deixe em casa pra sonhar
Pode avisar, podem avisar
Invente uma doença que me
Deixe em casa pra sonhar
Com o novo enredo outro dia de folia
Com o novo enredo outro dia de folia

Eu ia explodir, eu ia explodir
Mas eles não vão ver os meus pedaços
 por aí
Eu ia explodir, eu ia explodir
Mas eles não vão ver os meus pedaços
 por aí

Me deixa que hoje eu to de
Bobeira, bobeira
Me deixa que hoje eu tô de
Bobeira, bobeira

Ô lala, ô lala.. ee
Ô lala, ô lala.. ee

Hoje eu desafio o mundo
Sem sair da minha casa
Hoje eu sou um homem mais sincero E mais justo comigo Hoje eu desafio o mundo Sem sair da minha casa Hoje eu sou um homem mais sincero e Mais justo comigo Podem os homens vir que Não vão me abalar Os cães farejam o medo, Logo não vão me encontrar Não se trata de coragem Mas meus olhos estão distantes Me camuflam na paisagem Dando um tempo,tempo, tempo Pra cantar Me deixa, que hoje eu tô de Bobeira, bobeira Me deixa, deixa, deixa Que hoje eu to de Bobeira, bobeira Hoje eu desafio o mundo Sem sair da minha casa Hoje eu sou um homem mais sincero E mais justo comigo Hoje eu desafio o mundo Sem sair da minha casa Hoje eu sou um homem mais sincero e Mais justo comigo Podem os homens vir que Não vão me abalar Os cães farejam o medo, Logo não vão me encontrar Não se trata de coragem Mas meus olhos estão distantes Me camuflam na paisagem Dando um tempo, tempo, tempo Pra cantar Me deixa, que hoje eu tô de Bobeira, bobeira Me deixa, que hoje eu tô de Bobeira, bobeira Me deixa, deixa, deixa Que hoje eu tô de Bobeira, bobeira Me deixa, ve se me deixa, Que hoje eu to de bobeira, Bobeira, bobeira...
Composição: Marcelo YukaColaboração e revisão: Caio SousaCamila PereiraSweetie lady