Super Herói Destruidor

Conexão Do Morro

Sempre quis ser o terror soberano,
Na mente vários planos,
Na cinta um cano,
Colocou tudo a perder, seu trampo,
O proceder,
Sua mina pendurou tua chuteira,
Tem truta seu,
Querendo te dar rasteira,
Mesmo assim você diz que é pan,
E segura onda, você e o maluco novo _____
Outros planos, terror soberano
Altas fitas estilo mercado, lojinha,
Quem diria roubando o próprio bairro,
Ainda tirava os doidão de otário,
Tem uma pá de perito querendo sua cabeça,
Tem uma pá de mano que você deu mancada não se esqueça,
Da ponte João Dias ao Jardim Valquíria,
Fica ligeiro com suas patifarias,


Super herói destruidor,
Um arrasador talvez,
Um matador de lei, (ha)
Sempre quis ser o terror,
Super herói destruidor,
Um arrasador talvez,
Um matador de lei, (ouou)
Sempre quis ser o terror,
Super herói destruidor,
Um arrasador talvez,
Um matador de lei, (há, ouou)


Dezesseis anos já era periculoso,
Não aceitava mais o conselho dos malandro do morro,
Seu negócio é atrasar,
Máquina de vacilar,
Como é fácil e confortável pra você tirar uma vida,
A verdade é que você desempenha o papel sem importância nenhuma
Desempenha o papel que sai do pente para a agulha
Da agulha para o corpo daqui para amanhã
Qual é o próximo louco caído na vala de bruços para o esgoto
Armando sua própria destruição,
Tirando os irmão,
Se julga o bom,
Não é bem por ai,
Nossos passos continuam firmes mesmo assim,
Os parceiro que você mando pro saco tá recente,
Não foge da mente, mas nunca se esqueça,
Sangue bom não leva pipoco no coco.
Mesmo assim você diz que faz e acontece,
Tudo tem seu dia, sua hora,
Um dia você desce, você merece,
O que você merece, sei la,
Quem sou eu pra te julgar...


Super herói destruidor,
Um arrasador talvez,
Um matador de lei, (ha)
Sempre quis ser o terror,
Super herói destruidor,
Um arrasador talvez,
Um matador de lei, (ouou)
Sempre quis ser o terror,
Super herói destruidor,
Um arrasador talvez,
Um matador de lei, (há, ouou)


Mais um ano se passou,
Milenio virou,
Logo no adianto o sombra se inspirou,
Nossa cara é tentar a sorte,
Enquadra de ponta a ponta o mercado do Menote,
Pega a moto,
Vamos logo,
Eu toooooopo,
O crime é invasão, eu sou narrador, canto rap, faço musica pela paz moro?
Menote não teve sorte,
Enquadraram, pegaram o dinheiro e saíram no pinote,
Insuportavelmente odiado por todo mundo,
A intenção era fuzilar (fuzilar),
O plano foi bolado,
Sistema foi armado,
Quem será a próxima vitima?
Campainha toca (blim,blom), na casa do pipoca,
Alguém que chame,
Ele mesmo abre a porta, (pa pa pa)
Ai ai ai
Sofrimento para o pai, sofrimento para a mãe,
Agoniza o bandidão,
Teco, teco,
Para a família é mó tédio,
A cena de um paraplégico,


Super herói destruidor,
Um arrasador talvez,
Um matador de lei, (ha)
Sempre quis ser o terror,
Super herói destruidor,
Um arrasador talvez,
Um matador de lei, (ouou)
Sempre quis ser o terror,
Super herói destruidor,
Um arrasador talvez,
Um matador de lei, (há, ouou)

Composição: Colaboração e revisão: Amanda Cross

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...