Na Dor de Uma Lágrima

Expressão Ativa

Tom: D
(acordes) G D Em Bm

Pra quem foi, pra quem ficou
De que vai , de quem fica
Só Deus explica, só Deus pra 
explicar
Pra me conformar, assim é a vida
Minha parte eu faço, a minha parte; 
eu faço?

A vida segue sentido a caminho da 
morte eu sei
(Mas não me acostumei...)
Com cadáveres, flores dentro de um 
caixão
Lágrimas dores dentro de um coração

Não me interessa como está o tempo ,
 não
Dia de luto é muito sofrimento, 
então
Um silêncio toma conta de quem chora
 por dentro
E uma palavra de lamento, não pode 
amenizar
Esse momento triste de quem deixou 
de existir
Que nunca mais vai chorar, ou muito 
menos sorrir
O céu escuro sustenta um temporal 
que não acalma
Será chuva ou fúria, de Deus 
chorando pela alma
Não sei , não posso entender porque 
sou só um réu
Um réu que pode sentir que existe 
luz ali no céu
Prontas pra perdoar alguém que 
acabou de morrer
Numa viagem pro além
E nada supera a dor de quem ficou 
pra trás
Dos familiares, dos pais ,os filhos 
choram demais
O sino toca pra fechar o caixão
Com gritaria, com choro, o pastor 
termina sua oração
Mesmo sabendo que naquele corpo não 
há vida
O sentimento de perda, bate na hora 
da partida
Carregando uma rosa, cheguei perto 
da cova
Com aquele aperto no peito, expresso
 o meu sentimento
A multidão troca de mão pra carregar
 o corpo
E eu olhando aquela cena, vi que a 
vida é um sopro
Que a morte suga de volta no ultimo 
suspiro
O peso do mundo levou mais seis 
espíritos
Um minuto de silêncio tive esses 
pensamentos
Só voltei a mim, porque durante 
aquele sepultamento
Alguém gritou e eu ouvi ...
Deus meus olhos não vão resistir...

Rola uma lágrima
Só uma gota e nada mais
Esse mundo é um rio de sangue
Rola uma lágrima
A minha lágrima a mais,
Talvez não seja tão importante
Rola uma lágrima
Só uma gota e nada mais,
Nesse mundo jorrando sangue
Rola uma lágrima
Só uma gota te pedindo a paz,
Só uma lágrima e nada mais

Canções da vida em notas tristes
Musicas verdadeiras, nunca são 
passageiras
Sempre tocam uma canção
Que mexe com seu coração
Então a saudade vem
Te faz lembrar de alguém
De um fato triste, lamentável , 
quase inaceitável
Mais foi escrito assim, todo começo tem um fim Só lembranças e boas recordações devem ficar Pra continuar vivendo Pra não ficar sofrendo Olha ser humano, o céu está sorrindo O demônio está matando mas Jesus Cristo está vindo É isso que me move, a minha fé me dá certeza Morrer em vão não , morrer em Cristo assim seja Aceitar que alguém que você ama vá é difícil No jogo da vida a regra de Deus não é fácil Eu faço um sacrifício , só pra não chorar Mesmo chorando a todo tempo Você não vê mas eu choro por dentro Paz quem sou eu pra de dar? Mas ascenda uma vela Sou mensageiro dela Estou triste com tudo Talvez por ser verdadeiro Eu tenho medo do mundo Mas com coragem de guerreiro E os fortes também choram Isso é tão comum Os homens são sentimentais Entre mil eu sou mais um Uma rocha por fora Que não se escuta o choro Porque a dor da minha lágrima É a harmonia do meu coro Rola uma lágrima Só uma gota e nada mais Flutuando num rio de sangue Rola uma lágrima A minha lágrima a mais Talvez não seja tão importante Rola uma lágrima Só uma gota e nada mais Nesse mundo jorrando sangue Rola uma lágrima Só uma gota te pedindo a paz Só uma lágrima e nada mais Cansado, magoado Com medo e com coragem Meu coração bate assim Mais prejuízo que vantagem E com quase trinta anos de idade É assim que eu me vejo Sem fantasias sem desejos Eu não programo mais nada, nesse mundo Aliás, nunca fui de programar ?HÁ? Porque amanhã nem sei se vou acordar Foi ontem , é hoje e o amanhã... Quem sabe eu chego lá Fazemos parte de uma história que só Deus criou Sou só mais um personagem Nesse mundo de horror Faço papel de escritor Escrevo a dor de uma lágrima Sentimental eu sou Com amor e com mágoa Até que chegue um ponto final no papel Que nunca foi o principal aqui na terra Mas tenho fé no céu Só acredito no céu E o paraíso existe mano De irmão pra irmãos Eu não preciso de mil lágrimas Pra mostrar minha dor Eu expresso ativando meu sofrimento Eu sou compositor Da paz Do ódio Da guerra e do amor Deus mandou a palavra Quando eu cantei você chorou Não quero ver ninguém triste Ou de tristeza chorar Basta crer que Deus existe Pra entender o que eu quero falar Não diga pra Deus Que você tem um problema, ?OH? Diga pro seu problema que você tem Um Deus maior Chorar demais não adianta É por isso que eu canto Quem canta os males espanta mano Eu não vivo em prantos O ser humano faça da sua vida Uma canção, não chore Ouça o Refrão eu vim pra te falar... Me ouça e decore É preciso crer Que exista um plano melhor Para os tantos corações Que voltaram as cinzas E das cinzas ao pó Não está só, não morreu Só descansa mais um espírito Cujo corpo adormeceu Assim sempre esteve escrito O homem leu mas não compreendeu O quanto pesa o pingo de uma lágrima Do sangue que escorre Aos olhos de Deus Rola uma lágrima Só uma gota e nada mais Flutuando num rio de sangue Rola uma lágrima A minha lágrima a mais Talvez não seja tão importante Rola uma lágrima Só uma gota e nada mais Nesse mundo jorrando sangue Rola uma lágrima É grande a dor de uma lágrima. ?Entre a terra e o céu hoje estou aqui, amanhã posso estar lá Estou na dor de uma lágrima?
Composição: Colaboração e revisão: Vinicius Santosandre mendes

Utilizamos cookies para personalizar sua experiência. Ao acessar o site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.