A Culpa É Das Igrejas / Sinais (Acústico)

Froid

Fui de forma severa instigado, eu 
fui castigado

As vezes quem faz o versado não faz 
a versão
E na maioria das vezes quem tá mais 
errado faz sempre questão
O angustiado por meses é sempre o 
mais são
É quando minha face duplica e se 
aplica na quina da bifurcação

Mas por outro lado não é tão 
complicado
É o extremo de ambos os lados
Um corpo perfeito composto a miséria
 a matéria do amaldiçoado
Fui de forma severa instigado fui 
castigado
De medo receio e receito tá 
anestesiado

Talvez seja a prova mais viva
A prova mais linda A mais improvável A morte separa Quem sabe a saída de quem anda menos cansado? Só posso seguir o que posso sentir Nesse caso é desconfortável A cartola, o coelho, dissipam cegueiras Não fazem do mago o culpado Eu vejo as imagens, registros no som A viagem no tom Maior do que o rádio e a televisão Nós somos a radiação Não me deixariam viver em paz Porque eu já nem vivo mais Multinacionais, digitais, espirituais Não posso nem dizer sobre os seus rituais conspiracionais Eu posso transmitir e receber sinais Você não sabe a metade do que eu sigo Eu não sigo nem a metade do que eu vejo Eu vejo tanto que chega a doer de medo Sabe a verdade? Eu compartilho esse castigo Ninguém pra falar: o que queres ouvir? Alguém que quera ouvir o que eu quero dizer Também vou me libertar eu decidi Porém eu tô acorrentado em que?
Composição: FroidColaboração e revisão: jonathan jorge

Utilizamos cookies para personalizar sua experiência. Ao acessar o site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.