Best Friend

Froid

O garoto mais estranho da casa
Bebe cacos pra fazer uma garrafa 
baby
A barba cresce, a raiva cresce
Vendo uma creche juntar
A Lady Gaga e o Grammy
Odeio prêmios
Ela geme mas nem te falo segredos
A mentira é que a perna treme
Ela faz eu provar do creme
Marrom e beje
Na pele me protege dos raios
Fico dourado ao Sol, certos horários
Eu não to preocupado com a crise
Eu tentei alerta-los
Sempre preparado pra isso
Na hora igual meu relógio suíço
Que serve de enfeite de prejuízo
Suicídio, meu antigo eu já era
Eu levito, esquecido
Eu não fechei a janela
Magnetizado pelo plano físico
Disse pro Chris que eu sou o 
penúltimo romântico
Quando escrevo algo típico, triplico
 minha chance
Quichote em revanche com Sancho 
Pança
O James do Bond, sem aliança
Aquele que vive sem paciência
Não pede desculpa e paga fiança
Eu não sou criança
Ninguém se compara ao estilo que eu 
faço, não adianta
(Desventuras em série- isso é culpa 
do cére-)

Eu sinto muito pelo meu cuidado
Me desculpa pelo seu discurso mal 
fundado
Me desculpa por me sentir culpado A culpa acovarda os homens A luz emancipa os anjos Depois do Corona vou tá em Los Angeles No mesmo bairro onde a credibilidade anda Onde a grana manda Você calçar a fama Os rios alagam casas, drama Deuses brincando de autorama Um diamante abaixo de Gana Fez um homem branco inventa o diploma Só pra não encosta na lama Essa eu pensei na Califórnia Li num para-lama As vez tô meio pá mas já tô bem É bom não ligar e deixar fluir Quando isso passar vou da um rolê lá no paraíso Eu só queria ser seu best friend Cê passou no test drive Meio médio,mic master Derrubei o Mike Tyson Digo mais: Big Mac, mata mais que baseado Cê num vê os lado não, só o Google Maps Meu verso num é chiclet, nem clichê Nem click-clack, clipe tem Pro cê vê mais drink, dance Smoke french, swing tem' É vintage, nem sei Igual Flipper ou Nintendo Não tenho balas ou rifles As vez tô meio pá mas já tô bem É bom não ligar e deixar fluir Quando isso passar vou da um rolê lá no paraíso Baby please Descobri O peso que Carrego em kg As vezes rio As vezes choro um rio Han.. crocodilo Liu Kang Na sequência um sopro quente Igual ninguém Igual meu pai nem ligo Igual lobao que eu nem sigo Perdi a pregação o banho de pipoca e o barmitzva Deus vc precisa perdoar minha preguiça Eu tive um ford ka Um wolksvagem pollo e um i30 e se tu ver meu carro hoje vai pensar que é de corrida Mas me sinto grato me apeguei com a biblia A fé que eu tenho junto Com a fé que eu tinha Afeto eu tenho Pela minha torcida Nada mais me excita Eu catei latinha Ja fui quem recicla Isso e poesia sou eu quem recita.
Composição: Caio / Chris / Cynthia Luz / Derek / Froid / John / Menestrel / Santzu / Zeca BaleiroColaboração e revisão: Rafael lobat15

Utilizamos cookies para personalizar sua experiência. Ao acessar o site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.