Colibri

Froid

Eu posso voar, sou livre, livre
Pode me chamar colibri livre
Só pode voar quem vive, vive
Eu posso voar, sou livre!

Eu posso voar, sou livre, livre
Pode me chamar colibri livre
Só pode voar quem vive, vive
Eu posso voar, sou livre!

Se eu te contar um segredo, isso não
 sai daqui?
O meu ki tá aumentando, eu posso 
pressentir
E nessa faixa agora eu sou um 
sayajin
Porque ainda tenho o flow mais 
ensaiadin
Ainda sou o cara mais estranho aqui
Agora eles percebem o quanto que eu 
cresci
Eu vou matar o mau, preciso de 
energia
Eu tô fazendo a genki dama, joga a 
mão pra cima (uah)
Me tira desse tédio dentro do 
banheiro
Vamos pegar um uber black pro madero
Esse lance de estética é exagero 
para!
Antes que eu corte minha gilete com 
a tensão no nervo (uah)
Os cara tão achando que isso é 
brincadeira
Roubaram seu lugar na dança das 
cadeiras
Vim pra bagunçar e trouxe a 
britadeira
E todos os espelhos do lugar vão 
parecer areia

Eu posso voar, sou livre, livre
Pode me chamar colibri livre
Só pode voar quem vive, vive Eu posso voar, sou livre! Eu posso voar, sou livre, livre Pode me chamar colibri livre Só pode voar quem vive, vive Eu posso voar, sou livre! Eu posso voar, sou livre, livre Pode me chamar colibri livre Só pode voar quem vive, vive Eu posso voar, sou livre! Eu posso voar, sou livre, livre Pode me chamar colibri livre Só pode voar quem vive, vive Eu posso voar, sou livre! Para, pera, bota a coleira nele Pela, pala, soltando pelo porra Quer uma coroa, rei? Pera, pele preta, parda Pobre, cê é de onde, Froid? Não importa, mano, olha onde eu cheguei Com os inimigos no mute, pude ir muito mais longe Não confundi vontade com fome, não insulte meus sonhos Expulso de campo porque era o último homem Não confie no juri, porque não é puro o que tomas A fama me puxa pro banho, me faz dormir sujo na cama Finjo que esqueci meu pijama Fujo sinto sintomas de ufa, livre igual Lula Embora eu tenha urinado na urna, eu odeio o sistema! Amor, te amo beijo, na vulva Mas a rua me chama, viúva O ciúme machuca, sem doce, baby Passa no meu myspace, salgada Parei com açúcar TV tá uma bosta, bora pra rua! Eu posso voar, sou livre, livre Pode me chamar colibri livre Só pode voar quem vive, vive Eu posso voar, sou livre! Eu posso voar, sou livre, livre Pode me chamar colibri livre Só pode voar quem vive, vive Eu posso voar, sou livre! Eu posso voar, sou livre, livre Pode me chamar colibri livre Só pode voar quem vive, vive Eu posso voar, sou livre! Eu posso voar, sou livre, livre Pode me chamar colibri livre Só pode voar quem vive, vive Eu posso voar, sou livre!
Composição: Caio / Chris / Cynthia Luz / Derek / Froid / John / Menestrel / Santzu / Zeca BaleiroColaboração e revisão: Lucas SilvaAntônio Marcos

Utilizamos cookies para personalizar sua experiência. Ao acessar o site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.