Burro Xucro

Inezita Barroso

Amontei num burro xucro
Mode uma aposta ganhá
Que é que eu tinha co'esse burro
Que é que eu tinha de amontá


Oito parmo de artura
Da garupa inté no chão
Nunca vi burro mais xucro
Preto assim que nem tição
Prigunte pra quem quisé
Eu amontava muito bem
Se argum dia eu fui pro chão
O animale foi também
Eu passava por Barretos
Vieram me desafiar


Que é que eu tinha co'esse burro
Que é que eu tinha de amontá


O dono do burro xucro
Na fazenda me ispricô
Quinze pião bicharedo
Esse burro adirribô
Vale quinhentos milréis
Se tu amunta d'uma vez
Inda pago o teu enterro
Como já paguei pra treis
A fia do fazendeiro
Também tava no curral
Com aqueles oio brejeiro
Garrou a me desafiar
Respondi para o pai dela
Teu burro vou amansar


Que é que eu tinha co'esse burro
Que é que eu tinha de amontá


Apertei a barrigueira
E amontei com decisão
Esse burro fez de tudo
Para me jogar no chão
Empinou que nem cabrito
Pulou feito assombração
Mas depois de meia hora
Já num era xucro não
Recebi a minha aposta
Ali memo no curral
Ali memo combinemo
O dia de nós casá
Em sinal de gratidão
Veio o burro no enxová


Que é que eu tinha co'esse burro
Que é que eu tinha de amontá

Composição: Colaboração e revisão: Antônio Santos

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...