Ce n'est que votre main, Madame

Jean Sablon

Você vai rir
Ou amaldiçoa-me
Ao ouvir o que eu digo?
Mas ainda assim,
Extremas em negrito
Devo admitir que eu te amo
Sim, eu tinha conseguido manter-se discreto
Agora aqui é o meu segredo


Somente a mão, Madame,
O que eu posso perguntar:
Algum sinal de amor, Senhora,
Um beijo tímido.
Pela escovação com febre, Senhora,
Dedos de cetim branco,
Temos que pedir desculpas, minha senhora,
Coloquei aquele beijo minha alma,
Acho que tomando seus lábios, Senhora,
Apenas a mão do seu


Que surpresa,
Seus olhos me dizem
Que os sonhos às vezes se tornar realidade
Mas a embriaguez
Do meu afeto,
Não se preocupe com carinho descuidado.
Um dia virá, eu vou esperar,
E até então, eu lhe direi


Somente a mão, senhora
O que eu posso perguntar:
Algum sinal de amor, Senhora,
Um amante beijo.
Quando você é minha esposa, Senhora,
Eu não posso tomar sem fim
Temos que pedir desculpas, minha senhora,
Dos beijos mais ardentes, o intervalo.
Por isso vos peço, Senhora,
Apenas sua mão ....

Composição: Henri Varna / Leo Lelièvre / Ralph ErwinColaboração e revisão: Daniela souzabarbara

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...