O Caçador

Luiz Gonzaga

C7
1234
X3231X
Cm
234
X35543
Cm7
34
X35343
Fm
34
133111
G
123
320003
G7
34
353433
Gm
34
355333
Tom: Eb
Cm G Tudo é começo, madrugada,alvorecer C7 Cm A vida inteira já começa renascer C7 Mas que contraste faz um tiro de Cm espingarda C7 Guarda incerteza, malvadeza que Cm tristeza G G7 Cm G G7 É por certo um caçador, o das Cm aves matador Fm Cm Que durmio numa tocaia, a esperar G que caia G7 C7 Fm Inocente a juriti. Pobrezinha Cm nessa vida G Tão cedo prá bebida voou nunca mais Cm voltou C7 G Que sol bonito, infinito é o viver
G Quantas rolinhas, ribaçãs prá gente Cm ver C7 Quase em segredo canta um canto de Cm arremedo C7 E logo um tiro tão certeiro e Cm traiçoeiro G G7 Cm G É por certo um caçador, prá Cm matar arremedou Fm Gm Rola branca ou cascavel prá ele é G mais troféu G7 Cm Do que carne prá comer Fm Cm Nem a miúda cafofa, só tinha G quase pena Cm Quanta pena ela deixou Cm7 Sol poente e a asa branca, vem C7 também beber e vai morrer Cm Morre assim tanta beleza G Que Deus por natureza deixou lá no Cm sertão Ah G Cm G Foi por certo um caçador, de Cm caçar não se cansou Fm Cm Mas se assim continuar G G7 Cm Só restará matar, atirar na solidão Fm C7 Mas se assim continuar G Cm Só restá matar, atirar na solidão
Composição: Janduhy FinizolaColaboração e revisão: