1.000.000 de Coisas

Maldita

Eu estou no inferno, alguém vem me pegar
Eu estou no inferno que é um mundo tão particular
Eu estou em êxtase do sofrimento
Metamorfose de quem é podre por fora e podre por dentro


Cometendo crimes inocentes


As coisas não são só coisas
(Somos 100000 de formas)
Não existe luz ou escuridão
(Para além do bem, para além do mal)


Eu estou no inferno, esse é o meu destino
É o som de uma estrela se chocando no vazio
Mas de vez em quando, na escuridão
É quando eu atinjo o que é inatingível


Não havia noite ou dia
(Só havia trevas, e as estrelas)
Nós somos 100000 de coisas


Sempre sozinho, sempre a parte
Morando sempre sozinho no mundo
Alma do mundo, alma que late
Lama da alma até o joelho
Lama da alma até o joelho, alma que sangra, alma que late
Cachorro drogado, coisa complicada, anjo caído
Caiu do paraíso


Não entre nessa porta
(Não existe corpo, não existe alma)
Nós somos o ser e o não ser
(Eu sou Jesus, eu sou o demônio)

Composição: Colaboração e revisão: Banda Maldita

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...