Humpty

Mitski

Eu vou viver na banheira É calmo e limpo É suave e é constante É tudo o que eu preciso Eu quebrei nossos pertences Eles estão todos no chão A sala está agora vazia Nada deixado para jogar Todos os ovos estão no terreno E eu tento, eu estou tentando pegá-los Mas eles racham e se desfazem, tudo é demais
Frágil demais para mim tocar Eu vou viver na banheira Rodeado por telhas Tudo tão quadrado e tão firme Eu vou morrer em seus calmos, calmos braços Eu quebrei o que você me deu Mas você continuou me dando Mais E eu sinto muito por ter recebido Mas eu continuo querendo Mais, mais, mais Todos os ovos estão no terreno E eu tento, eu estou tentando pegá-los Mas eles racham e se desfazem, tudo é demais Frágil demais para mim tocar Todos os ovos estão no terreno E eu tento, eu estou tentando pegá-los Mas, Humpty Dumpty, é muito, muito Frágil demais para mim tocar Humpty Dumpty É muito muito
Composição: MitskiColaboração e revisão: Fernando Souza