Pra Todo Mundo

Nel Sentimentum

Pela alma da metrópole
sem contar com a sorte
um dia do destino
podia ser sua morte.


Mas o que tava certo
era que enquanto vivo
as ideias que tinha
fariam discos como livros.


No início um passa tempo
seguiu se envolvendo
e quando viu já tava vendo
tudo aquilo que era ouvido.


Sinais foi decifrando
mensagens retalhando
e o processo todo andando
pra alcançar um outro nível.


Pouca gente acreditava
mas ninguém nunca apostava
porém pra ele bastava
seguir o que tava sentindo.


Música o dia inteiro
na escola, no chuveiro
no sonho e no pesadelo
uma outra coisa era difícil.


Esquecia de arrumar
a bagunça e de almoçar
não tinha hora de acordar
porque nunca tava durmindo.


Era em qualquer lugar
escrevendo e refletindo
se drogando no walkman
porque a música era o vício.


Pra todo mundo..
Que sabe do que eu tô falando


Pra todo mundo?
Que tá se indentificando


Pra todo mundo..
Que leva a vida musicando


Pra todo mundo...
Que não escuta rap só de vez em quando.


Em um outro canto da cidade
que pra chegar é uma viajem
perto do bairro perdido
tinha alguém na mesma vibe.


Só que em outra correria
vida da periferia
trabalhando noite e dia
pra conseguir as raridades.


Ele..
não tinha muito e
falava pouco
meio que montou um pc
e um som no sufoco.


não rimava, ou grafitava
e nem balançava o corpo
o lance dele era as batidas
e a música como um todo.


Das oito às dezoito era a jornada
mas não relaxava
quando lá... pelas vinte
tava em casa.


E o toca disco ligava
era agulha no vinil
o Saci da Black Rio
depois o rec ali na maquina.


Mas não parava por aí
era cortar, remontar
e às vezes comprimir
...


E assim ía saindo
o novo com o antigo
e às vezes...
o som dos mortos com os vivos


Pra todo mundo..
Que sabe do que eu tô falando


Pra todo mundo?
Que tá se indentificando


Pra todo mundo..
Que leva a vida musicando


Pra todo mundo...
Que não escuta rap só de vez em quando.


Talvez um dia se encontrassem
esses dois personagens
mas o importante
é que o espírito tá vivo.


Dentro de cada um
que segue o que tá sentindo
porque o rap tá na alma
e vai além do infinito.


Parte dele foi comprada
não se engane, não se iluda
outra parte sequestrada
e tranformado numa...


Encantado pelo luxo
esqueceu da boa musica
hoje status e os fracos
apodrecem a cultura.


Mas ainda há pessoas
como no fato descrito
que alimentam a nossa arte
e pensam em fazer bonito.


Balançar as estruturas
na cabeça do ser vivo
e não deixar só a bunda
absorver o que é escrito.


Pra quem tá começando
ou pra quem vém de mili-anos
Rimando, grafitando,
dançando ou só admirando.


Independente do elemento
vamos elevar o movimento
pensamento sempre atento
e? vamo, que vamo!!


Pra todo mundo..
Que sabe do que eu tô falando


Pra todo mundo?
Que tá se indentificando


Pra todo mundo..
Que leva a vida musicando


Pra todo mundo...
Que não escuta rap só de vez em quando.

Composição: Colaboração e revisão: Letícia Dominici

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...