A Chuva
Vilson/Mano/Maninho


A chuva havia passado, as lágrimas do rosto
enxugado, seus olhos ainda vermelhos
A baga jogada no cinzeiro


Não é que eu me importe
é que eu fiz um trato com a sorte
Não é que eu me importe
é que eu fiz um pacto com a morte


Procuro e não te vejo, há riscos brancos no espelho
Muitas pedras no caminho, não há flores só espinhos


Não é que eu me importe
é que eu fiz um trato com a sorte
Não é que eu me importe
é que eu fiz um pacto com a morte


ACORDA MENINA, SAI DESSA VIDA
LEVANTA A CABEÇA, FICA LIGADA.

Composição: Colaboração e revisão: Giam Perotto

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...