Antigamente,
Namorar era gozado.
Porque sempre o pai da noiva,
Ficaca só lado sentado.
E só podiam conversar e nada mais.

Nem as mãos podiam dar,
Que o pai dizia: olha rapaz.
E as horas iam se passando
E o casal de noivos se olhando.
Até o pai da noiva dizer:
Está na hora E você Barreiros ir embora. Mas agora mudou Tudo é diferente. O rapaz mal conhece a moça, Um beijo já deu. Não tem mais aquela onda De ficar sentado com o pai da noiva, Todo tempo ao seu lado. Agora sim isso é namorar, A um cinema o broto levar. Já não é como antigamente, Só em pensar eu fico doente. E assim Roberto Barreiros, Contou prá vocês, Como era o namoro antigamente, No tempo da vovó.
Composição: A. Gujaro / Antonio Queiroz / B. Santiago / Betinho / Carlinhos / Demetrius / Dorival Caymmi / E.I.Cuona / Escurinho / F.Weyrich -H.G.Moslener / George AB / J. Barry-Greenwich. S. De Queiroz / José Lopes / Juvenal Do Santos- / L. Tenco / Luiz Fabiano / Luiz Wanderley / Mario Mendes / Mogol- Roberto Barreiros / N. Newel-Stelvio Cipriani / Nazareno de Brito / Osmar Navarro / P Donaggio / P Ortega / Paulo Rogério / Pedrinho / Roberto Barreiros / Rubinstein - / Sebastião F Silva / Teixeixa Filho / Testa / Wilson TavaresColaboração e revisão: José Uessler

Utilizamos cookies para personalizar sua experiência. Ao acessar o site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.