Cai no amor com um fantasma, estou envergonhado
E dilacerados no costuras sob o peso
De toda a verdade que uma mentira revela
E toda a tristeza que vem de um erro
Ainda lhe dizer o que disse, que nada é alterado para você
Portanto, diga-me, diga-me o que você está tentando provar


Não digo que seja tarde demais
Porque Eu preciso de você para cuidar, mas você


Sempre colocar a culpa sobre algo que não compreendo
Você vai ser sempre a mesma porque as coisas nunca mudam


Aposta meu destino em uma chance em glória
estou começando a lidar com esperanças que eu poderia preencher
Todos os espaços vazios que estevem quebrados com o passado
E tira o foco que cega você de mim
Ainda lhe dizer o que disse, que nada é alterado para você
Portanto, diga-me, diga-me sim, o que você está tentando provar


Não digo que seja tarde demais
Porque Eu preciso de você para cuidar, mas você


Sempre colocar a culpa sobre algo que não compreendo
Você vai ser sempre a mesma porque as coisas nunca mudam
Sempre colocar a culpa sobre algo que não compreendo
Você vai ser sempre a mesma porque as coisas nunca mudam


Estas nunca mudam, yeah


Sempre colocar a culpa sobre algo que não compreendo
Você vai ser sempre a mesma porque as coisas nunca mudam
Sempre colocar a culpa sobre algo que não compreendo
Você vai ser sempre a mesma porque as coisas nunca mudam

Composição: Self Against CityColaboração e revisão: bru bouvierAline Almeida

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...