A Revolta

Shawlin

Verso 1
Quando você se silencia, quando devia ter falado
Tanta merda acontecendo e todo mundo ta calado
Responsa, o mal da injustiça é que ela causa um desconforto
Mas pimenta é refresco quando ta zoando os outros, então nem vem
Deve ta me confundido com alguém, ném!
Ficar de putaria no dia errado num nos faz bem hein!
E eu prefiro ser como um gole igual de tequila
Obedecendo direitinho os judeus fizeram fila
Por isso a sua liberdade, não!... democracia...
Sei lá! a bem da verdade é mais cara que parecia
Ensinando a viver-mos entre jogos e trapaças
Pois se deixa vem vampiros pra beber da sua carcaça
Respeito é pra quem tem respeito
Senão é de outro jeito
Num existe um homem perfeito
Eu to em paz com meus defeitos
Conveniente passa! num vou ficar me travestindo
Você também se explodiria se você fosse um palestino!


Refrão (4X)
As vezes tem que luta-a-ar
Pra ninguém ter que morre-e-er


Verso 2
Se você estende sua mão, otário logo pede o braço
Me livro dos que me ferem antes do rim fígado e baço
Não ligo pros que diferem, é bom cada um ter seu compasso
Mas justeza faz a alma brilhar igual o sol brilha no espaço
E eu digo, sim é muito doido! muito, muito, muito, muito louco!
Se vc enxerga espero que não sejamos poucos
Pois um injusto quando vence é mal exemplo para todos
Quando o justo sai da linha é um bom exemplo pros escrotos
Pq paz é ideal, e guerra é engano, evito, mas...
Só quem é passivo deixa o ferro entrando
Deixa o irmãozinho aqui perturbado
Vou respondendo e foda-se ninguém ter perguntando
Vou respeitar quem tem me respeitado
E eu vou tentar recompensar, quem ficou desse lado
Então quando tu me vir bolado não diga que não faria
Ou vai saber se sua razão não é bom senso, é covardia!


Refrão (4X)
As vezes tem que luta-a-ar
Pra ninguém ter que morre-e-er


Verso 3
Isso é tudo falso! tipo, tudo que o jornal tem dito
Me sinto anão! tento mudar algo disso que ta no alto
Onde as mãos não alcançam nem com 1 salto. 1 voto.
Até vão indiciar, mas não vão aprisionar, nem que apresente 10 laudos
Sem poder de mudar, eu só tento sair a salvo
Novo dia tentando acertar a mira no meio do alvo
Progredindo no asfalto, ouvindo som alto
Pros meus instintos não faltam almas sebosas no encalço
É a verdade dói, mas só pra quem enxerga, vem e cega!
Tudo acaba bem, mas só pra quem enverga, e quem nega
Querem me ver zen, monge tibetano talvez
Quem se habilita a defender contra o exército chinês
Eu tmb quero ser bomzinho, e abraçar os cuzão todinho
Afinal, quem que quer ser tido por estranho nesse ninho?!
E eu sei... que eu... podia ser melhor mas não me deixam.. então.


Refrão: (4X)
As vezes tem que luta-a-ar
Pra ninguém ter que morre-e-er


Refrão complementar: (2X)
Vida, Amor e Esperança, Luz, Amizade


Renato Biguli:
Não vêm de conversa fiada pensando que vai me enganar
Preste atenção, eu to ligado em você irmão!
Não adianta vir com "Ai meu pai amado", não vai adiantar!
Não adianta falar, que eu não vou te escutar!
Eu vou ouvir... eu vou ouvir a Voz!
A Voz da Luz! A voz da Esperança! A voz....
A voz da Lembrança!!


Refrão: (4X)
As vezes tem que luta-a-ar
Pra ninguém ter que morre-e-er


Refrão complementar: (2X)
Vida, Amor e Esperança, Luz, Amizade


Letra: Shaw
Refrão por: Renato Biguli
Prod: Shaw

Composição: ShawColaboração e revisão: Caio Araújo

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...