'cê não sabe ter

Sidoka

Bilbo, Maikan, Doka, prr
Delacrew
Yeah


Ei, cê não sabe ter, cê não sabe ter
Mano, não demora pra ver
Demora quando cê for perceber
Metade desse game vai ter
Desculpa se eu não volto pra você


Cê não sabe ter, cê não sabe ter
Cê não sabe ter, cê não sabe ter


Nós juntando grana pra viver
Passado que eu vivia aqui pra ver
Hoje eu memo conto aqui pr'ocê
Ei, cê não dá valor de tudo ser


Uh, cê não sabe ter
Cê não sabe ter, cê não sabe ter
Cê não sabe ter


Tirando, tô mandando pela porta
Tô virando todo lado que eu nem ia me aparecer
Tô passando muito à vista que duvidaram do bonde
Sei que vem falar comigo, onde é que vai dar?
Deixa meu dinheiro nela, vai jogar dinheiro nela
Delibera muito, muita coisa a perder
Cê não sabe ter
Cê não sabe ter


[Bilbo]
É que hoje é dia de baile, eu não vou pro plantão
Nós tudo de Nike e a cara de lombrado
Eu não vou dar desgosto pra minha facção
Olha o peso da corda e do pente entocado
É que eu tô te vendo, não dá mole não
Jacaré que dá mole encomendo o velório
E a blusa dri-fit, subindo balão
Ligando o Bolota que é meu empresário
É que essa vida me chama atenção
Peça na mão, cê sabe que é fácil
Meu vento faz tudo abraçar a solidão
Aprendi desde novo a não aturar safado
Mas ó que eu tô aqui, onde cês tava?
Quando o baile pocava era dia de lazer
Na minha disposição, foi no corre da boca
Puxa lá meu fundamento, tá a fim de saber
Olha minha Romeo 2, é o cabelo disfarçado
Naipe da favela que ele gosta de ter
Nós gosta dessa vida, é o dinheiro pro alto
Depois cê se emociona e me pergunta o porquê


[Maika]
Quem me ligou foi Doka
E de fato na fita nós tamo subindo
De fuga na curva contando essa nota
Te pego na volta que a vida tá louca
Beck na boca, Kenner no pé
Bigode fino de fino na régua
Nem adianta, o ibope cê quer
Se na favela nós vive de guerra
É o Morro das Pedra, a bala te acerta
A polícia afeta, é a bala perdida
Tem munição, Glock e oitão
Tô nessa leva pra mudar de vida
Perfume caro pra dar pra bandida
Casa bonita pra dar pra minha veia
Calando a boca de quem não acredita
Matando o beat, bando de comédia
A todo vapor
Ah, sei que sua mina escutou
Ó, até que esse Maika malou
Gosta da rima, de quatro ela empina
Me grita pedindo pra pôr
Aqui tem dom, moleque tem flow
Som de bandido, ela curte ir no show
Então cala essa boca, sabe quem sou
Cria de quebra, por ela vingo


Mano, não demora pra ver
Demora quando cê for perceber
Metade desse game vai ter
Desculpa se eu não volto pra você


Cê não sabe ter, cê não sabe ter
Cê não sabe ter, cê não sabe ter


Nós juntando grana pra viver
Passado que eu vivia aqui pra ver
Hoje eu memo conto aqui procê
Ei, cê não dá valor de tudo ser
Uh, cê não sabe ter
Cê não sabe ter, cê não sabe ter
Cê não sabe ter, cê não sabe ter
Cê não sabe ter
Cê não sabe ter, yeah, yeah, yeah
Cê não sabe ter, cê não sabe ter
Desculpa, cê não sabe ter

Composição: Colaboração e revisão: Mateus Henrique

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...