Um dia, um adeus

Soweto

Só você pra dar a minha vida direção
O tom, a cor, me fez voltar a ver
luz, estrela do deserto a me guiar
Farol no mar, da incerteza
Um dia um adeus, eu indo embora, 
quanta loucura
Por tão pouca aventura
Agora entendo, que andei perdido O que que eu faço, pra você me perdoar Ah que bom seria se eu pudesse te abraçar Beijar, sentir como a primeira vez Te dar o carinho que você merece ter Eu sei te amar, como ninguém mais Ninguém mais, como ninguém jamais te amou Ninguém jamais te amou Te amou, ninguém mais Como ninguém jamais te amou, ninguém jamais Te amou Como eu. (Sidão).
Composição: Guilherme ArantesColaboração e revisão: lucivania silva

Utilizamos cookies para personalizar sua experiência. Ao acessar o site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.