Borboleta de Asfalto

Tião Carreiro e Pardinho

A7
12
X02020
D
123
XX0232
D7
123
XX0212
G
123
320003
Tom: G
(intro 2x) D G D A7

                          A7     
Assim como as nuvens que vagam no 
     D
espaço
Como as borboletas vão de flor em 
 A7
flor
            G                    D
Assim você vive de braços em braços
                A7                D
Buscando os carinhos de um novo amor
                       A7    
Quem sabe os detalhes, da sua 
      D
história
              D7              G
Não crê que estejas na lama caída
Pensava que o mundo lhe desse a 
   D
glória
               A7               
E hoje se encontra no inferno da 
   D    (intro)
vida.

A7 D Lá num edifício em plena avenida Tem seus aposentos no lugar mais A7 alto G D Por traz a seu lado leva essa vida A7 São as borboletas que vivem no D asfalto A7 D Durante a noite sai pelas ruas D7 G Dançar na boate e bebe no bar D Ao findar a noite quando desce a lua A7 D Volta acompanhada pra o maldito (intro) lar A7 D Hoje sua vida se cobriu de trevas A7 Chama por meu nome e sozinha chora G D Sentindo remorsos da vida que leva A7 D E sente vergonha do lugar que mora A7 D Eu aqui distante vivo muito bem D7 Nos braços de outra que muito me G quer D E só de vergonha não digo a ninguém, A7 D Que já fui marido daquela mulher. (intro)
Composição: Tião CarreiroColaboração e revisão: Marcos Silva

Utilizamos cookies para personalizar sua experiência. Ao acessar o site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.