Folhas ao vento

Vicente Celestino

Mui grácil e cintilante e angelical
Nasceu em seu jardim uma linda flor
Naquela noite santa de natal
No momento que juramos eterno amor
No entanto você tudo esqueceu
Trocando meu coração por outro ser
E a flor, ao ver a sua ingratidão,
Murchou e em prantos se desfolhou
Até morrer


Folhas ao vento
Já que o destino assim nos transformou,
Envelheci na lucidez da imensa provação
Num labirinto de tristeza e saudade
Num relicário, a cruci dor da ingratidão


Folhas ao vento
Quando a bonança veio me abraçar
Em desalento aquele amor fui encontrar
Numa igrejinha, tendo ao colo os filhos seus
Pedindo uma esmola
Pelo amor de Deus!

Composição: Milton AmaralColaboração e revisão: Nelson Campos

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...