Coisa do Destino

Wlad Borges

Nem foi premeditado,
Foi o destino que agiu,
Naquela nossa amizade algo mais 
forte surgiu,
Nem sei o que fazer,
Só sei que tá errado,
Me apaixonei por você,
Mais você tem namorado,
até tentei segurar, tentei muda meus
 sentidos,

Não posso se o comedia, nem paga de 
talarico,
Mais paixão é assim,
Não se escolhe nem perde,
Meu coração falou que sim,
Que essas fita acontece,
Virava o rosto de lado mais só 
ficava te olhando,
Não conseguia parar de imagina de 
beijando,
E como fruto proibido você surgiu no
 meu éden,

A mais linda de todas, vários 
desejos crescem,
Se erguem as duvidas de falar ou não
 falar,
Até que um dia enfim resolvi 
desabafar,
Não tem como esconder,
E bem sincero vou ser,
O destino me fez apaixonar por você.

Não pedi ao meu coração,
Pra quere te ter,
Mais o destino separou pra mim,
Me apaixonar-me você,
Não pedi ao meu coração,
Pra quere te ter,
Mais o destino separou pra mim,
Me apaixonar-me você,
Eu me apaixonei, eu me apaixonei por
 você,
Eu me apaixonei por você.

Horas e horas conversando,
Acariciando seu rosto, fixo no seu 
olhar,
No seu abraço gostoso, no toque dos nossos lábios, Sem ter nada a mais, mais sentir você é simplesmente demais, Me traz paz, bem estar, com você o que eu quis, A sensação de novamente sentir-me feliz, Não precisou fazer nada só se do jeito que é, Só falta fazer miau, gata de mulher! Enquanto estou com você esqueço do mundo todo, Te robo beijo toda hora, desculpa eu devolvo, tô loco e não é pouco por você minha rainha, E nessas nossas brincadeiras já se foi mais um dia, À noite deito na cama já tá tarde eu nem vi, Sonhar acordado, dormindo, em te ver por aqui, Por completo, por perto, meu desejo é te ter, Pra outra 12 de junho inspiração de escreve. Não pedi ao meu coração, Pra quere te ter, Mais o destino separou pra mim, Me apaixonar-me você, Não pedi ao meu coração, Pra quere te ter, Mais o destino separou pra mim, Me apaixonar-me você, Eu me apaixonei, eu me apaixonei por você, Eu me apaixonei por você. Aliança nessa direita fere o meu lado esquerdo, Quero ficar com você, mais assim não tem jeito, Então melhor evitar isso me da um dia quem sabe, Pois em primeiro lugar é a nossa amizade, E é preferível assim, vai ser melhor pra nos dois, Nessa história por fim, sem esquece o que foi, Vamo guardar só para nós, E sermos grandes amigos, Nossos belos momentos paixão coisa do destino. Não pedi ao meu coração, Pra quere te ter, Mais o destino separou pra mim, Me apaixonar-me você, Não pedi ao meu coração, Pra quere te ter, Mais o destino separou pra mim, Me apaixonar-me você, Eu me apaixonei, eu me apaixonei por você, Eu me apaixonei por você. Depois de um certo tempo, Agora solteira, livre e desimpedida, O destino se encarrega se novamente aproximar nossas vidas. Desse mesmo destino reaproxima eu e você, Pra como um livro romântico, Nossa história escrever, E eu vou fazer de tudo, sendo do naipe que eu faço, Letras com valor de beijo, carinhos e abraços, Linda, miauzinha, do qual tô gostando, É presente do destino, Futuro que eu tô sonhando, Pra você te noção, Do quanto estou feliz contigo, Os outros mil elogios, Pessoalmente eu te digo. Não pedi ao meu coração, Pra quere te ter, Mais o destino separou pra mim, Me apaixonar-me você, Não pedi ao meu coração, Pra quere te ter, Mais o destino separou pra mim, Me apaixonar-me você, Eu me apaixonei, eu me apaixonei por você, Eu me apaixonei por você.
Composição: GABRIEL C ZINN GASPAR / Rogério R. Wlad Borges / Tropa De Elite / Voz De Poder / Wlad BorgesColaboração e revisão: karolineyamamoto

Utilizamos cookies para personalizar sua experiência. Ao acessar o site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.