Abc do Preguiçoso

Xangai

A
123
X02220
B7
1234
X21202
E
123
022100
Tom: E
E A Marido se alevanta e vai armá um mundé B7 Prá pegá uma paca gorda prá nóis E fazê um sarapaté Aroeira é pau pesado num é minha B7 véia A Cai e machuca meu pé e ai d´eu E sodade A Marido se alevanta e vai na casa da sua avó buscá B7 E a ispingarda dela procê caçá um mocó E que no lajedo tem cobra braba num B7 é minha véia A E Me pica e fica pió e ai deu sodade A Entonce marido se alevanta e vai caçá uma siriema B7 Nóis come a carne dela e faiz uma E bassora das pena Ai quem dera tá agora num é minha B7 véia
A Nos braço de uma roxa morena e ai E d´eu sodade A Sujeito te alevanta e vai na venda do venderão B7 Comprá uma carne gorda prá nois E fazê um pirão É que eu num tenho mais dinheiro num B7 é minha véia A Fiado num compro não e ai d´eu E sodade A Entonce marido se alevanta e vai na venda do venderim B7 Comprá deiz metro de chita prá fazê E rôpa pros nossos fiim Ai dentro tem um colchão véio num é B7 minha véia A Desmancha e faiz umas carça prá mim E e ai d´eu sodade A Disgramado se alevanta e deixa de ser preguiçoso B7 O homi que num trabáia num pode E cumê gostoso É que trabáia é muito bom num é B7 minha véia A Mas é um pouco arriscoso e ai d´eu E sodade A Entonce marido se alevanta e vem tomá um mingau B7 Que é prá criá sustança prá nóis E fazê um calamengal Brincadêra de manhã cedo num é minha B7 véia A Arrisca quebrá o pau e ai d´eu E sodade A Marido seu disgraçado tu ai de morrê B7 Cachorro ai de ti lati e urubu ai E de ti cumê Se eu subesse disso tudo num minha B7 véia A Eu num casava cum ocê e ai deu E sodade
Composição: Colaboração e revisão: Luis Leite

Utilizamos cookies para personalizar sua experiência. Ao acessar o site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.