Lampião a Querosene

Ze do Cedro e João do Pinho

Quando eu visito minha mãe do coração
Eu sempre vejo na parede pendurado
Um pequenino pitoresco lampião
Que ela conserva por lembrança bem cuidado,
Olhando aquele lampiãozinho aposentado
Sinto acender a luz da recordação
A mesma chama que brilhou no seu passado
Eu sinto agora queimar meu coração.


Lampiãozinho a querosene inesquecível
Que aos meus pais iluminou na flor da idade
Hoje apagado sem pavio sem combustível
Mantém acesa a chama viva da saudade.


Eu quantas vezes ante a luz desse lampião
Vi minha mãe levantar de madrugada
Fazer café e preparar o caldeirão
Pra logo após o papai sumir na estrada,
O lampiãozinho não tem mais utilidade
Só por enfeite põe na sala tão solene
Mas eu daria toda eletricidade
Por meu tempinho do lampião a querosene.


Lampiãozinho a querosene inesquecível
Que aos meus pais iluminou na flor da idade
Hoje apagado sem pavio sem combustível
Mantém acesa a chama viva da saudade.

Composição: Colaboração e revisão: Roni Oliveira

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...