Ninguém É De Ninguém

Claudia Barroso

Ninguém é de ninguém na vida tudo passa Ninguém é de ninguém até quem nos abraça Não há recordação que não tenha seu fim
Ninguém é de ninguém o mundo é mesmo assim Já tive a sensação que amava com fervor Já tive a ilusão que tinha um grande amor Talvez alguém pensou No amor que eu sonhei e que perdi também E assim vi que na vida ninguém é de ninguém Solo II e III Parte
Composição: Colaboração e revisão: Maria Silva

Utilizamos cookies para personalizar sua experiência. Ao acessar o site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.