Comecei com uma bongada do bengala e uma baga
apresentada pelo camarada/
McCert na fala, ConeCrewDiretoria quem não gosta rala/
Eu não sou ladrão, mas corro quando vejo os de farda/
Passando na madruga observando o estado critico, /


Só perigo ta sinistro, homicídio, suicídio/
Paz pro chaveirinho, e pro mendigo desnutrido/
Sistema corrompido e eu aflito corro pro meu fino ou
pro meu rap escrito/
Claro assim consigo, manter a paz no meu espirito
apesar de ser difícil/


Em frente sigo, no país que vivo, o povo todo ta
sofrido/
Chega a ser ridículo ta todo mundo desunido/
Deprimido fudido reunido pra falar do próximo /
O vizinho do 908 usa toxico/


Mas olha só, larguei uns dread lock na cabeça/
Só pra quando eu passar tu olha com a cara de besta/
Foda-se a sociedade inteira/
Fala mal do natural, mas cai dentro no tarja preta/


claro que a maconha que rola por aqui não natural/
Mas legalize o cultivo que vai ser sobrenatural/
Paranormal Atack junto com os Flashback/
Do fundo do poço surge um nome McCert/


Seu pensamento lhe mantém inerte/
E tu repete o Grapete que diz o anuncio na Internet/
Enquanto eu faço um rap abro a mente e fumo um ret, /
Tu permanece no inicio da viagem toda serelepe/


Ah um sarcasmo só pra quebrar o tédio /
Aumenta o som faz tremer a estrutura do prédio/
Enquanto eu caio de teto, fumando a ponta de skunk/
Tem mais de 7 gramas porque o baseado era gigante/


Mas fala tu Rany Money agora eu moro sozinho /
Posso fazer o que quero e perturbar os vizinhos/
Se as piranhas cai aqui suicídio/


Rany Money


A realidade maltratando e refletindo a causa justa/
Que te machuca e lhe torna absurda suja-ismunda /
No meio da muvuca pensamentos diferentes/
De viagens incontínuas do absorto incoerente/


Passe rente e sinta o cheiro do pecado/
O crime que no creme foi deposto e deflagrado/
Rápido como defasto crime na tela/
Abstraio a raiva, pois ela só me maltrata e me seqela/


sem panela Cone Crew rebelio/
Tipo são, tipo cão a procura do ladro/
Conspirados agora estão todos listados/
Acharam que era diversão, mas tão sendo observados/


Causando estragos em relações dispersadas/
Pela fora gravitacional da metafísica encontrada/
Ovacionada estrela na tela então se destaca/
Como o verossmil estandarte da medíocre vida pacata/


Ganhando foras amigos de praste surgem/
E te incomodam como o pratico sorriso lidico/
Como os disturbios na mente de um esquizofrénico/
Colecionando prêmios, me enveneno com boldo-arsenico/


Dignosenior no cadete no esporte /
Prefiro contar com Jah e ser der mole com a minha
sorte/
Foda-se o ibope policia Nike Shoks /
Prefiro da as bongada no camara do Orange/


Verbetes estilizados, produto em massa do povo/
Objetivos no alcanados e pe a culpa no povo de novo/
Eu não sou loco mais me tiram de bobo rouco frouxo/
Andando pela rua descalo a procura de um meliante
disposto/
/
Invases contraditrias destino bem eficaz
Meio tonto ponho em cheque todas apostas de espada o s
/
Rastafari no estilo Cone Crew eu sigo... /
Com invasões catastróficas de insanos versiculos/


Eu lrico baseado me baseio na base /
Fujo do ridculo como a lua foge de suas fases/
Traste consagrada reintegrada a sociedade /
Buscando no mais puro sentimento dizer a verdade/

Composição: Colaboração e revisão: Paula Cout

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...