180 (part. Alok, MC Marks, MC Davi, MC Leozinho ZS e MC Dricka)

MC Hariel

Ela não é, objeto de ninguém, não
Ninguém manda no seu coração
Ela não é, objeto de ninguém, não
Ninguém manda no seu coração


Em mulher não se bate nem com flor
Eu dedico pra elas esse flow
Para de ser covarde, bater não faz parte
Perdeu o respeito, sai fora acabou
O meu sogro já me avisou
Que a filha dele nunca apanhou
Então fica à vontade, relou é xeque mate
Aqui impera o respeito então faz o favor


Mulher não é saco de pancada
Então, mano, cê pega a visão
Tá com raiva sai fora de casa
Agredir nunca foi solução
As mentiras atrapalha
Paciência e fica firmão
Essas brisa de tapa na cara
Começou com um simples palavrão


Deixa a gata viver, você queria zoar
Vai ser feliz, sempre o que quis
Cê largou a gatona vai ter que aturar
Deixa a gata viver, você queria zoar
Vai ser feliz, sempre o que quis
Cê largou a gatona vai ter que aturar


Ela não é, objeto de ninguém, não
Ninguém manda no seu coração
Ela não é, objeto de ninguém, não
Ninguém manda, ninguém manda


Ontem à noite foi chute, foi soco, foi choro pela casa toda
Entre lesões e escoriações eu não vejo motivo pra tanta humilhação
Eu da minha posição não desejo isso aqui pra nenhuma pessoa
Quanto rancor eu guardei por ter que acompanhar essa situação
Vi meu herói se tornando vilão
Vi minha coroa jogada no chão
Cena de filme não traz a imagem daquela lembrança no meu coração
Encher a cara parecia uma boa ideia
Mas de recordação só me deixou magoa, né
De quantos vizinhos assistindo na plateia
A tradição dizia pra ninguém meter a colher
Mas isso salva uma mulher


Triste ver no seu rosto
Cicatrizes pelo corpo
Marcas que esse falso amor te trouxe
É triste ver no seu rosto
Cicatrizes pelo corpo
Marcas que esse falso amor te trouxe


O tempo te trouxe o melhor
Mas nem sempre foi bem assim
Vida sofrida na mão de alguém que dizia te fazer feliz
Vestígios, cacos de vidro, gritos
Sobre perigo
Cansou de ser submetida a relacionamento abusivo
Traumas que ela carregou
Matou no peito e se empoderou
Mostrou que a vida pode ser melhor
Depois que ela se libertou


Foram quatro ou cinco meses que ela esteve feliz
Mas bastou um ciúmes dele que ela se viu refém
Hoje tá toda mudada, nem sai de dentro de casa
Se ele dá mancada, ela que sai como errada, se invertendo as parada
Se apareceu um roxo, caiu da escada
Sei que é difícil falar
Mas não pode se calar, não, não, não, não


Ela não é, objeto de ninguém, não
Ninguém manda no seu coração
Ela não é, objeto de ninguém, não
Ninguém manda, no seu coração


Bipolar, duas caras
Vê se para
Me tratava bem, agora me maltrata
Foi um dos maior dos erros
Vê se para
A culpa não é minha se você é canalha
No começo era bombom, muitas flores
Se fazia de bom, agora me traz dores
Não quero mais sofrer, vou viver
De todas as formas me fortalecer


Triste ver no seu rosto
Cicatrizes pelo corpo
Marcas que esse falso amor te trouxe
É triste ver no seu rosto
Cicatrizes pelo corpo
Marcas que esse falso amor te trouxe
Marcas que esse falso amor te trouxe
É triste, é triste


O mundo ainda é um lugar perigoso para mulheres
Não somente por aqueles que covardemente praticam a violência
Mas por aqueles que observam e deixam o mal acontecer
Se você tem consciência sobre isso
Ficar em silêncio já não é mais um erro, é uma escolha

Composição: Colaboração e revisão: Danilo GustavoRebeca Souza

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...