I Apologise (Dear Simon)

Moss

Sinto falta da vida dos tempos de insanidade
Isso é tão previsível, reorganizada e correto
Eu darei minha poesia para a caridade
Porque eu não posso bancar, eu não me dou o luxo de sorrir


Porque nós nunca mudamos o bastante, meu querido
Em tantos espaços que nos escondemos
De todos os modos, peço desculpa


Eu estou no meu caminho para o infinito
Aproveitando o benefício de todas as coisas que eu aprendi
Eu vou dar alguns nós no meu lenço
Então, eu me recordo das coisas que eu ganhei


Eu descanso em paz e escrevo a você meu querido
Você vai ficar bem
De todos as formas, peço desculpa


Porque nós nunca mudamos as fechaduras, meu querido
Em tantos espaços que nos escondemos
De todos as formas, peço desculpa


O que antes era real se tornará uma memória
Temos que encarar que toda vida chega a um fim
Eu realmente te amava quando você pensava em mim
Na época em que você se juntou aos meus amigos


Eu descanso em paz e escrevo a você meu querido
Você vai ficar bem
Em duas palavras, peço desculpas

Composição: Colaboração e revisão: Henrique EvangelistaHenrique EvangelistaVagner Oliveira

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...