Com o tempo eu descobri
Que viver é complicado
E que a simplicidade
É um ponto lá no alto.


Faço, tento, venho
Viro do avesso
Essa vida abençoada
Que muito desconheço.


Passa o filme
Em momentos que me lembro
A casa na esquina
Do velho endereço.


A família unida
As convesas e as brigas,
Mas eu lembro que nao tinha
Tanto clima cinza.


E minha tia dizia
Segue o teu coração
E minha mãe completava
Vai com deus na missão.


Então vai ver que é por essas
Que eu tô nessa então,
Sigo dentro da nave
Contra mão da nação.


Desbloqueando as barreiras
Dessa nossa dimensão
E não tem nada que mude
Ache certo ou não.


Pois tô nessa com quem lute
Até o fim irmão
E dou sentido a minha vida
Através do som.


O amanha vai ser melhor
Porque hoje eu vou fazer
Diferente da vez
Que eu exitei em dizer.


O que ela nao pedia
Mas que tinha que ser
Então, obrigado vida
Porque eu amo você.


Eu tô tentando fazer
A minha vida correr,
Aproveitar sem pisar
No que ela tem a oferecer.


Me encontrar, prosperar,
Tentar me equilibrar,
Me entregar sem questionar,
Me jogar pra valer.


Não.. tentando ser
Nada que não tem haver
Com o que eu sinta, viva, reflita
Ou goste de fazer.


Por que?... enganar você
Só pra comprar o meu cd
Fazendo as mina rebolar
E os mano se perder?


É mais simples do que parece
Mas a gente que complica
Tentando vencer o mundo
Brigando com outras vidas.


Enquanto o ego infla
O seu globo ainda gira
E quando isso passa
A tua vida esvazia.


Mas o que agente faz
Pra ficar em paz
E parar de andar pro lado
Que nos trai??


Hã.. quanto custa?
E.. aonde busca?
Me falaram que a resposta
É só o tempo nos traz.


O amanha vai ser melhor
Porque hoje eu vou fazer
Diferente da vez
Que eu exitei em dizer.


O que ela nao pedia
Mas que tinha que ser
Então, obrigado vida
Porque eu amo você.


É 100% pessoal
Cada linha que eu escrevo
Cada verso uma vida
Cada rima um sentimento.


Pra ficar no pensamento
De quem ouve o meu invento
E nao se sente solitário
Pois se refletiu no espelho.


E vão..
Independente da fé
Ou religião
Todos voltar a ser pó
E não levarão nada em mãos.


Ficarão as memórias
O dinheiro, a paixão,
A matéria, todo enrredo,
As sementes lá na plantaçao.


E hoje eu vou plantar,
Pra amanha poder colher
O que é bom pra mim
E o que não atrapalha você.


Pelo menos vou tentar
Com o que ontem pude aprender
E se eu falhar, não vou parar
Em quanto a vida eu viver.


O amanha vai ser melhor
Porque hoje eu vou fazer
Diferente da vez
Que eu exitei em dizer.


O que ela nao pedia
Mas que tinha que ser
Então, obrigado vida
Porque eu amo você.

Composição: Colaboração e revisão: Marcello Martins

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...