Pedras Que Cantam

Fagner

A
123
X02220
C
123
X32010
D
123
XX0232
D4
123
XX0233
D7
123
XX0212
E
123
022100
E/G#
1234
4X245X
Em
12
022000
F#m
34
244222
G
123
320003
G#
234
431114
Tom: G
[Intro] G  F#m  Em  D  E  D  E  D

  D                   F#m              G
Quem é rico mora na praia mas quem trabalha nem tem onde morar
  D                       F#m               G
Quem não chora dorme com fome mas quem tem nome joga prata 
   D D4 D
No ar       
         G          D                G         D
Ô tempo duro no ambiente, ô tempo escuro na memória, o 
          G            E/G#    A
Tempo é quente e o dragão é voraz

         G         D              G          D
Vamos embora de repente, vamos embora sem demora
            G      G#      A          D  D7
Vamos pra frente que pra trás não dá mais

  G        C         G          C        G         C
Pra ser feliz num lugar pra sorrir e cantar tanta coisa a 
         G    G#       A          G            F#m   G
Gente inventa, mas no dia que a poesia se arrebenta
          F#m    Em     D
É que as pedras vão cantar 

[Solo] G  F#m  Em  D  E  D  E  D

  D                   F#m              G
Quem é rico mora na praia mas quem trabalha nem tem onde morar
  D                       F#m               G
Quem não chora dorme com fome mas quem tem nome joga prata 
   D D4 D
No ar          
         G          D                G         D
Ô tempo duro no ambiente, ô tempo escuro na memória, o 
          G            E/G#    A
Tempo é quente e o dragão é voraz

         G         D              G          D
Vamos embora de repente, vamos embora sem demora
            G      G#      A          D  D7
Vamos pra frente que pra trás não dá mais

  G        C         G          C        G         C
Pra ser feliz num lugar pra sorrir e cantar tanta coisa a 
         G    G#       A          G            F#m   G
Gente inventa, mas no dia que a poesia se arrebenta
          F#m    Em     D
É que as pedras vão cantar 

[Solo] G  F#m  Em  D  E  D  E  D

  G        C         G          C        G         C
Pra ser feliz num lugar pra sorrir e cantar tanta coisa a 
         G    G#       A          G            F#m   G
Gente inventa, mas no dia que a poesia se arrebenta
          F#m    Em     D
É que as pedras vão cantar 

[Solo] G  F#m  Em  D  E  D  E  D
       G  F#m  Em  D  E  D  E  D
Composição: Dominguinhos / Fausto NiloColaboração e revisão: Lucas Kappaunalessi souzaReniê Silva