busca

A Menina e o Passarinho

Nando Reis

Tom: E
 E            B                 E             B
Nosso amor começou certo dia no banco da praça
 E                 B              E            B
Eu a vi segurando um caderno, sentada com graça
 E                 B                E              B
Meu olhar encontrou seu olhar mirando um passarinho
 E                   B                 E       B
Machucado, ferido, sangrando, fora do seu ninho
 E                     B             E      B
Ela levantou e se aproximou da pequenina ave
 E                    B                E       B
Que tentava em vão atingir o alto de sua árvore
 E7                         B                  E
Foi então que a vi derrubar um modesto lencinho
 C#m              F#m                   A7            E
Que depressa apanhei e tentei lhe entregar com carinho
 E7                      B               E
Mas eu pensei que o amor só fosse alegria
 C#m                   F#m
Nunca imaginava que amando
    A7                E
Fosse infeliz algum dia
 E                 B                E        B
Percebi que o lencinho da moça estava molhado
  E                B                 E           B
E eram lágrimas que escorriam de seu rosto pálido
  E                B                    E        B
Condoído tentei lhe falar, mas minha voz não saía
 E                  B                   E          B
Em minha vida inteira jamais moça tão linda eu vira
 E                B                  E           B
Estendi minha mão para o lenço à donzela entregar
 E                 B                    E              B
Mas senti sua mão muito fria como se ela fosse desmaiar
 E7                       B                           E
Eu depressa peguei a mocinha e carreguei-a em meu colo
  C#m                  F#m                             A7 E
E sem querer esmaguei o bichinho que estava ferido no solo
 E7                     B                E
Mas eu pensei que o amor só fosse alegria
 C#m                      F#m
Nunca imaginava que amando
 A7                   E
Fosse infeliz algum dia
E                                            B
Sem saber o que eu iria fazer continuei caminhando
  E                                          B
A boneca em meus braços caída e eu apaixonando
  E                                                B
Eis que então um garoto de mim se aproxima correndo
  E                                                       B E
"Ela é minha irmã e está muito doente" ele foi logo dizendo
 E7                                          B
Me pediu que levasse a maninha em sua moradia
  E                                                           B
"Minha mãe já morreu, o meu pai se mandou, moramos com uma tia"
  E                                                B
Logo chegamos e assim que adentrei à singela casinha
 E                                              B   E
No sofá estendi com cuidado a minha doce princesinha
 E7                              B                   E
Mandei o garoto chamar de imediato o doutor da cidade
 E                                         B
Enquanto a tia chorando agradecia a minha caridade
 E                                             B
O doutor logo assim que adentrou sua testa franzia
    E                                         B
E ao sair me cochichou "Ela só tem poucos dias"
  E                          B                E
Já era noite e eu tinha que deixar a formosa donzela
 E                                        B      E
Da calçada ainda olhei a menina através da janela
 E7                               B        E
No portão entreguei ao irmão o meu endereço
 C#m                       F#m              A7   E
"Precisamos curar a menina seja qual for o preço"
 E7                  B                   E
Mas eu pensei que o amor só fosse alegria
 C#m                      F#m
Nunca imaginava que amando
 A7                    E
Fosse infeliz algum dia
 E                        B               E         B
Passei os dias indo visitar a minha flor mais doente
 E                        B                  E             B
Meu coração cada vez que a via queimava mais que aguardente
 E                    B                    E         B
Nem com remédio nem medicamento a menininha melhorava
 E                      B                          E                B
Cada vez que a pequena me via de tanto chorar os seus olhos inchavam
 E                        B                           E            B
Mas foi numa manhã que eu ia saindo que o irmão me trouxe a notícia
  E                    B                    B         E
A menina já estava morrendo era pra eu ir com urgência
 E7                    B                                    E
Cheguei correndo e a pobre ao me ver falou em seu último suspiro
 C#m                    F#m                    A7    E
"Nosso amor só está começando agora que eu me retiro"

Clipes