Câo de Guarda

Teodoro e Sampaio

C
123
X32010
D
123
XX0232
F
234
133211
G
123
320003
Tom: C
C G A noite pra mim é um martírio C profundo Por amar demais quem não pode ser G minha F E tendo em dois mundos tão G diferentes F C Igual um escravo amando a rainha G No portão da frente do grande C castelo F Eu vejo chegar seu marido e senhor Sempre embriagado não vê que lá C dentro
G C G C G Existe uma dama com sede de amor D Qualquer noite dessa eu perco a cabeça G E jogo no fogo esta minha farda F C Porque pra mulher que adoro tanto G Eu sou simplesmente o seu cão de C guarda C G C Por mim vigiada ela tenta dormir G Em seu lindo quarto da sua mansão F G Enquanto lá fora muito apaixonado F C Eu estou passando outra noite de cão G C Vem a madrugada e pra mim é tristeza F A vejo chorando em sua janela G C A espera do homem que lhe faz sofrer G C Sem saber que eu dou a vida por ela
Composição: Alcino Alves / PraenseColaboração e revisão: jose roberto

Utilizamos cookies para personalizar sua experiência. Ao acessar o site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.