busca

Companheiro do Ferreirinha

Tião Carreiro e Pardinho

Tom: E
                                                   B7
E|-----------------------------------------------2--|
B|------------------------4--4--4--4--2--0-------0--|
G|-0-0--3-3--3--1--3--3---3--3--3--3--1--0---1---1--|
E|-0-0--4-4--4--2--4--4----------------------2---2--|
B|-----------------------------------------------0--|
   Ar re cebi u ma car ta que ve io lá de Par di nho
                                                                      E
E|------------------------------------------------------------------0-|
B|----------------------------------5----5---4----4---4---0--0--0---0-|
G|-0---1--5--5---5----3-----5--5----5----5---3----3---3---0--0--0---0-|
E|-0---2--5--5---5----4-----5--5------------------------------------0-|
B|------------------------------------------------------------------0-|
   Pra ter minar-uma  emprei ta da que-eu pe guei com Fer rei ri nha

E|-----------------------------------------------------------|
B|-0---0--0--------------------------------------------------|
G|-0---0--0----0--0------------1---1--1---0------------------|
E|-------------0--0---2-----0--2---2--2---0-----2------0-----|
B|--------------------4--2--2-------------------4--2---2-----|
   Pra buscar aque le mes ti ço no cam po do-Es pra ia dinho

E|-----------------------4s9--9---9---9-----9s7-7--7h9p7---6-6h7p6--|
B|-----------------------5s10-10--10--10---10s9-9--9-------7-7------|
G|-5--5--5--5--5--3---3---------------------------------------------|
E|-5--5--5--5--5--4---4---------------------------------------------|
B|------------------------------------------------------------------|
    A qui lo no co ra ção a    tra ves sou co mo es pinho   Não
                                                           c c b b b
E|-6-6s7----7---7--7---6---6--6---4---2--2---0---0--0---|-0-0-------|
B|-7-7s9----9---9--9---7---7--7---5---4--4---2---0--0---|-0-0-------|
G|------------------------------------------------------|-0-0-0-1-0-|
E|------------------------------------------------------|-----0-2-0-|
B|------------------------------------------------------|-----0-0-0-|
   ti  nha mais-com pa nhei ro ti nha que se guir sozinho

Por não ter outro vaqueano resolvi ir no redomão
Trouxe o potro na mangueira lacei e passeio no mourão
Arriei com garantia duas barrigueiras e um chinchão
Quando ganhei o arreio o potro virou um leão
Preguei a espora no peito pra limpar meu coração

Sozinho praqueles campo bati todos maiador
Achei o lugar fresquinho onde o mestiço posou
Segui a batida do boi que desceu pro bebedor
O mestiço vinha vindo e de longe me avistou
Alembrei no Ferreirinha e a coragem redobrou

O mestiço furioso pro meu lado ele partiu
Que nem faísca de raio no potro ele investiu
Joguei o laço de tirão que os tentos até ringiu
A laçada fez um oito quando nas guampas caiu
O redomão veiacava virava de corrupio

Com o boi no chinchador me custou pra por na linha
Queria limpar meu nome também o do ferreirinha
Terminar aquele trabalho empreitada tão mesquinha
Labutei com o mestiço com o traquejo que eu tinha
Depois de muito trabalho que mostrei a ciência minha

Ao passar uma restinga o potro e o boi levei
Naquele lugar tão triste que morto o rapaz achei
Soluçando de saudade um cruz ali finquei
Com a ponta de minha faca essas palavras eu gravei
Descansa em paz Ferreirinha que a empreitada terminei

Clipes

Cifra Club Pro

Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios
Cifra Club Pro
Aproveite o Cifra Club com benefícios exclusivos e sem anúncios